Header Ads

Servidores do IFCE aprovam estado de greve

Servidores do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) aprovaram, em assembleia na noite desta sexta-feira, 30, estado de greve, conforme divulgado pelo Sindicato dos Servidores do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (SINDSIFCE). A categoria informou que a decisão foi tomada devido aos "ataques à educação pública" do País e manifestou ainda repúdio à reforma do Ensino Médio.
Em nota divulgada em seu site, a Diretoria Colegiada do SINDSIFCE disse que o estado de greve foi deliberado após discussões do Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (SINASEFE), promovida nos últimos dias 17 e 18, em Brasília. ''A Plena deliberou pela discussão do estado de greve nas unidades e pela formação de Comandos Locais de Mobilização, como forma de intensificar os debates e atividades nos diversos campi do Interior, fortalecendo a articulação dos servidores contra os greves e ataques à educação".
Além de serem contra a reforma do Ensino Médio (Medida Provisória 746), os sindicatos destacaram que são contra a Proposta de Emenda Constitucional 241 (que impõe um teto ao crescimento dos gastos públicos), reformas trabalhistas e da previdência, e o projeto Escola Sem Partido.
O expediente do IFCE já estava encerrado quando a assembleia do sindicato foi finalizada, e as ligações não foram atendidas.              (O Povo)
Principal

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.