Header Ads

Hoje é dia de combate. Diabetes atinge 9,4% da população do País; veja dicas

Brasil. Uma pesquisa encomendada pela Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), em parceria com um laboratório farmacêutico, mostrou que — entre diabéticos e cuidadores — 92% acreditam que atividade física e alimentação saudável são fundamentais para o controle da doença, mas 64% não praticam exercícios regularmente. O estudo indicou que no Brasil existem mais de 14,3 milhões de pessoas vivendo com diabetes, o que corresponde a 9,4% da população.
O levantamento foi feito para chamar a atenção para o Dia Mundial do Diabetes, comemorado hoje, 14 de novembro, para alertar sobre a doença. Foram entrevistadas 2.002 pessoas em 147 municípios.
O levantamento mostra, ainda, que 29% dos diabéticos não suspeitavam que tinham a doença e a descobriram em exame de rotina e que 66% acreditam que consultas médicas são a melhor forma de controlar a doença. Dos entrevistados, 39% citaram a alimentação saudável. Mesmo assim, 18% não sabem os problemas que a doença pode causar.
A pesquisa avaliou os não diabéticos e mostrou que um a cada três nunca mediu a glicemia e 32% alegaram ter pouca ou nenhuma informação sobre a doença, enquanto 28% disseram não conhecer os sintomas. Entre os entrevistados, 31% alegaram não saber quais as implicações de não tratar a doença. Segundo a pesquisa, 89% acreditam que os principais fatores de risco para o aparecimento do diabetes são a obesidade e 87% a hereditariedade.
De acordo com dados da SBD, no Brasil existem mais de 14,3 milhões de pessoas com diabetes. Entre 5% e 10% da população pertencem ao tipo 1 e 90% ao tipo 2, dos quais 70% poderiam ser prevenidos por adoção de estilo de vida mais saudável. Segundos os dados, a cada 11 adultos em 2015, um tinha diabetes, número que será de um para cada dez em 2040. A cada seis segundos morre uma pessoa de diabetes, totalizando 5 milhões de mortes em 2015. O diabetes é o aumento da glicose no sangue e isso acontece pela obesidade e como doença autoimune destruindo as células do pâncreas que produzem insulina.

Como manter o diabetes longe

Mantenha um peso saudável
A maioria das pessoas diagnosticadas com diabetes (tipo 2 geralmente) estão com sobrepeso. Excesso de peso e gordura corporal, especialmente gordura abdominal, aumenta o risco de desenvolver diabetes.
Conheça seu histórico familiar
As chances de desenvolver diabetes mais tarde na vida aumentam se você tiver um ou mais membros da família com a doença. Além disso, algumas etnias, como negros e hispânicos, têm uma alta taxa de diabetes.
Mantenha-se fisicamente ativo
O exercício regular pode ajudar a prevenir diabetes, controlando o peso e melhorando o fluxo de sangue. O exercício é especialmente importante se a genética colocá-lo em risco de desenvolver a doença.
Comer uma dieta equilibrada, pobre em gordura e açúcares
Já que a diabetes envolve uma deficiência na capacidade do corpo para produzir ou utilizar a insulina para converter açúcar em energia, é importante restringir a quantidade de glicose e amidos consumidos, além de evitar alimentos que fazem mal à saúde.
Alimentação balanceada
Busque equilibrar sua alimentação, se orientando através de pirâmides alimentares mais saudáveis e balanceadas, ajudando a prevenir a diabetes.
Faça um check-up preventivo frequentemente
Todos com idade superior a 45 devem agendar um teste de medição de glicose no sangue com o seu médico a cada 3 anos. No entanto, se houver fatores de risco presentes, como histórico familiar ou obesidade, o teste regular deve começar mais cedo.
Monitore sua pressão arterial regularmente e tome medidas para reduzi-la, se for o caso
Aproximadamente 73 por cento dos adultos com diabetes também sofrem de pressão arterial elevada.
Aumente a ingestão de frutas e vegetais frescos
Estudos têm mostrado que os bioflavonóides, os pigmentos que dão a frutos e plantas sua cor, pode estimular a produção de insulina e inibir a glicação, o processo no qual as moléculas de glicose danificadas ligam-se a proteínas para criar produtos finais de glicação avançada. Enquanto a maioria são inofensivos, outros perturbam o funcionamento molecular e contribuem para danos nos órgão nos nervos. Para entender melhor como isso ocorre, lembre-se que a glicação é o que faz com que os alimentos no forno dourarem.
Esteja ciente de alimentos dietéticos ou sem açúcar que contêm sorbitol
Sorbitol, ocorre naturalmente no corpo, onde é convertido em frutose. No entanto, se não é a glicose suficiente disponível para completar esta conversão, o sorbitol não pode ser libertado a partir de células. A acumulação de sorbitol celular é conhecida por contribuir para complicações relacionadas com a diabetes.                        (Bem Paraná)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.