Header Ads

Porta Santa da Misericórdia, da Catedral de Nossa Senhora da Penha em Crato, será fechada neste sábado (12)

Os católicos de todo o mundo vivenciam os últimos dias do Jubileu da Misericórdia, que será concluído pelo Papa Francisco no dia 20 de novembro, no Vaticano.
No Brasil, contudo, a Porta Santa, aberta em cada diocese, será fechada em datas diferentes. Nas principais arquidioceses será no dia 13 em comunhão com o fechamento nas Basílicas papais de Roma: São João de Latrão, Santa Maria Maior e São Paulo Fora dos Muros.
Na Diocese de Crato, a Porta da Misericórdia da Catedral de Nossa Senhora da Penha será fechada neste sábado, dia 12, numa celebração marcada para às 17h. Esta cerimônia será presidida pelo bispo diocesano, Dom Fernando Panico, concelebrada pelo bispo coadjutor, Dom Gilberto Pastana, e padres da diocese.
A Porta Santa da Catedral permaneceu aberta durante todo o ano. Outras portas também foram abertas na Basílica Santuário de Nossa Senhora das Dores, em Juazeiro do Norte, e no Santuário da Divina Misericórdia, na cidade do Barro.
A expressão “Porta Santa” se refere propriamente às quatro portas das Basílicas papais de Roma, que ficam sempre fechadas e são abertas somente por ocasião de um Ano Santo. No entanto, em cada diocese, na Catedral e/ou Santuário, foi aberta uma “Porta da Misericórdia”. Para os católicos, tal porta tem, na verdade, um valor simbólico, pois a verdadeira porta é Cristo, caminho, verdade e vida.
Ano Santo
O jubileu extraordinário proclamado pelo Papa Francisco foi o 29º da história da Igreja. Em geral, ocorre a cada 25 anos, podendo ser proclamado pelo chefe de Roma de forma extraordinária, oportunidade para os católicos aprofundarem a fé e viver com renovado empenho o testemunho cristão. O último jubileu/ano santo celebrado foi no ano 2000, da Encarnação, convocado por são João Paulo II, assinalando o início de mais um milênio.             (Diocese de Crato)
Cariri

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.