Header Ads

88% dos municípios do Ceará estão em estado de emergência

88% das cidades cearenses estão em emergência.
FOTO: Blog Vidas para o sertão
A Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec), do Ministério da Integração Nacional, reconheceu nesta quinta-feira (19) a situação de emergência de 25 cidades afetadas pela seca no Ceará. Com a atualização, o estado chega a 162 cidades em situação de emergência, ou seja, 88%.
Os municípios que entraram em situação de emergência são Abaiara, Antonina do Norte, Aracoiaba, Catarina, Cedro, Choró, Ipaporanga, Itapiúna, Jaguaruana, Meruoca, Milagres, Nova Olinda, Nova Russas, Pacajus, Pindoretama, Pires Ferreira, Quixelô, Quixeré, Reriutaba, Russas, Santana do Acaraú, São Gonçalo do Amarante, Tabuleiro do Norte, Umirim e Várzea Alegre.
Em 2016, o Ceará fechou com 127 municípios em situação de emergência. Conforme a Defesa Civil do Ceará, até o dia 16 de janeiro deste ano, 137 cidades cearenses encontravam-se em situação de emergência por estiagem ou seca decretada ou homologada pelo Governo.
Apoio federal
A medida foi publicada no Diário Oficial da União (http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?jornal=1&pagina=28&data=19/01/2017) desta quinta e irá permitir que os municípios tenham acesso às ações de apoio do Governo Federal para socorro e assistência à população, restabelecimento dos serviços essenciais e recuperação das áreas atingidas.
Além de viabilizar o acesso aos kits de ajuda humanitária, recursos materiais e financeiros para o restabelecimento de serviços essenciais, o reconhecimento federal também permite que as Prefeituras tenham direito a outros benefícios, como a renegociação de dívidas no setor de agricultura junto ao Banco do Brasil e o apoio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para a retomada da atividade econômica nas regiões afetadas.                   (Diário do Nordeste)

Principal

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.