Header Ads

CAGED: Ceará fecha 6.706 vagas formais

O Ceará fechou 6.706 vagas formais no mês de dezembro passado. Foram 30.060 demissões ante 23.354 contratações no Estado.  Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgado nesta sexta-feira (24), pelo Ministério do Trabalho.
O setor que mais desempregou foi a construção civil, com recuo de 3.217 postos, seguido pela Indústria de Transformação (-2.666), Agropecuária (-1.135) e Serviços (-1.096). Já o Comércio teve o aumento de 1.392 postos de trabalho.
Os dez municípios que mais fecharam postos de trabalho foram os seguintes: Fortaleza (2.556), Juazeiro do Norte (375), Sobral (346), Maracanaú (318), Granja (277), Tianguá (277), Morada Nova (267), Camocim (249), Barbalha (209) e São Gonçalo do Amarante (204).
O Brasil fechou 1.321.994 de postos formais de trabalho no ano passado, segundo os resultados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). O corte de vagas, apesar de menos intenso do que o verificado em 2015 (quando o saldo foi negativo em 1,542 milhão, o pior da história), mostra que 2016 ainda foi um ano desfavorável em termos de mercado de trabalho.
O resultado para o ano foi melhor que as estimativas de analistas do mercado financeiro consultados pelo Projeções Broadcast, que esperavam em 2016 fechamento de 1,330 milhão a 1 500 milhão de vagas, com mediana negativa em R$ 1,442 milhão.               (Ceará Agora)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.