Header Ads

Cresce o número de casos de “doença da urina preta” no CE

Em boletim divulgado pela Secretaria de Saúde do Ceará, até quinta-feira (19), subiu para cinco, o número de notificações de casos de “Mialgia aguda a esclarecer”, popularmente conhecida como “doença da urina preta”. Três pessoas são de Fortaleza, um residente em Salvador e outro em São Paulo. 
Anteriormente, já havia sido registrado três casos suspeitos da doença. Entre os pacientes, estava um idoso de 70 anos, que já apresentava problemas crônicos e por isto, ficou internado por um tempo maior.
De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado, a Mialgia aguda a esclarecer não é doença de notificação compulsória, mas pode se tratar de um evento de saúde pública inusitado. Por isso, precisa ser notificado e monitorado para identificação do agente causador da doença. As pessoas que apresentaram urina escura também tiveram dores musculares intensas e de início súbito nos membros inferiores e superiores, como também na região cervical, principalmente.
O ministro da Saúde, Ricardo Barros, que esteve no Ceará na última semana, falou sobre os registros. Ele afirmou que o ministério acompanha os casos. "É uma questão que está sendo acompanhada, nós esperamos logo ter a possibilidade de identificar efetivamente o que se trata e providenciar os cuidados para que ela não se propague". 
Em nota, a Secretaria de Saúde do Estado afirmou que “as secretarias de Saúde do Estado e de Fortaleza estão monitorando a ocorrência e investigando todos os casos com objetivo de esclarecer a causa desses sintomas, considerando o cenário epidemiológico e a similaridade com os casos notificados na Bahia”. 
Sintomas
Além da urina escurecida, outros sintomas da enfermidade dores musculares principalmente na região cervical, membros inferiores e superiores, e alteração nas funções dos rins.                      (Cnews)
Principal

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.