Header Ads

Ambulantes festejam autorização para o início das obras do Camelódromo do Crato

O início das obras do Camelódromo do Crato, na Região do Cariri, foi autorizada, na manhã desta sexta-feira (17), pelo governador Camilo Santana. Recepcionado pelo grupo de Maracatu Uinu êre, da Região, o chefe do Executivo disse que cumpriu ontem um pedido antigo da população. "Essa é um reivindicação antiga dos usuários que, em parceria com a Prefeitura, está sendo possível concretizar. Vamos cumprir todas as exigências legais, sanitárias e de segurança, e, assim, permitir um empreendimento com mais qualidade e conforto para a população", enfatizou.

Com uma área total de mais de 1.700 m², o novo camelódromo possuirá 179 boxes, piso industrial e irá contemplar espaços e serviços. O valor total do investimento é de mais de R$ 1,6 milhão. O trabalho será executado pela Secretaria das Cidades com previsão de conclusão após oito meses do início da construção.

Segundo o presidente da Associação dos Comerciantes Informais do Crato (Acic), Jussiê Paulino, o camelódromo é uma antiga demanda da população do município, que atualmente não possui espaço adequado para o comércio ambulante. "Há vinte anos nós pelejávamos por esta obra e agora vemos se tornando realidade. Temos que agradecer a Deus, primeiramente, e ao Governo do Ceará que atendeu nossas preces. Governador, somos gratos por este investimento, que vai atrair os velhos e novos clientes ao Camelódromo", salientou.

A dona de casa Cecília Lopes, de 42 anos, acredita que o novo espaço vai garantir mais conforto, segurança e infraestrutura para os vendedores e clientes. "Tenho certeza que o Camelódromo vai melhorar em 100% a vida de quem trabalha e frequenta o local porque hoje, encontramos diversos problemas por aqui. Corredores estreitos, escuridão e a infraestrutura precária dificultam, e muito, a vida dos frequentadores", pontuou.

No fim do evento, Camilo Santana acompanhou a apresentação do grupo folclórico Irmãos Aniceto e visitou os corredores do local que vai receber a obra do Camelódromo.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.