Header Ads

Dois casos de dengue com sinais de alarme são registrados no Interior do Ceará

Um dos casos foi registrado em Brejo Santo,
a 510 quilômetros de Fortaleza.
Segundo o Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) na última sexta, 10, foram notificados dois casos de dengue com sinais de alarme no Interior do Estado: um em Brejo Santo, a 510 quilômetros de Fortaleza, e outro em Russas, distante 310 quilômetros da Capital.

Os casos de dengue com sinal de alarme são aqueles que provocam dor abdominal intensa e contínua ou dor ao apalpar a barriga, vômitos persistentes, sangramento de mucosas, perda da força muscular, inchaço no fígado maior que dois centímetros, letargia ou irritabilidade. 

Em 2016, foram confirmados 45 casos de dengue grave, 192 casos de dengue com sinais de alarme e 30 óbitos por dengue, sendo 13 (43,3%) do sexo feminino e 17 (56,7%) do sexo masculino. Um total de 27 (82,4%) dos casos ocorreu em adultos com idades entre 36 e 98 anos e três (17,6%) ocorreram em crianças de um mês e 11 anos. Até a última sexta, não foi notificado caso de óbito suspeito de dengue grave no Estado.

Durante o ano de 2016 foram notificados 49.488 casos suspeitos de Febre Chikungunya. Desses, 31.507 (63,7%) foram confirmados e 11.136 (22,5%) descartados. Em 2017, foram notificados 1.341 casos e 227 (16,9%) confirmados. 

A maioria dos casos confirmados ocorreu em adultos com idades entre 20 e 29 anos (22%) e em mulheres. Sobre a taxa de incidência dos casos suspeitos de Febre de
Chikungunya, destacam-se os municípios de Baturité e Independência com incidências muito acima de 300 casos notificados por 100 mil habitantes.                 (O Povo)                       Principal

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.