Header Ads

Morre o artista plástico cratense Sérvulo Esmeraldo

Velório ocorre nesta quinta-feira. FOTO: O povo
O artista plástico Sérvulo Esmeraldo, de 88 anos, morreu nesta quarta-feira, 1º, vítima de falência múltipla de órgãos. Ele estava internado desde o último dia 17. O velório acontece nesta quinta-feira, 2, na capela do Palácio da Abolição, sede do Governo do Estado, no bairro Meireles, com entrada pela rua Silva Paulet. O corpo será cremado e o horário da missa ainda não foi definido.

A arte do cearense do Crato atravessou as linhas geográficas do Ceará para abrilhantar exposições no mundo.

A obra do cearense teve repercussão internacional. O artista plástico manteve produção intensa durante toda a vida. Desde o fim dos anos 70, morava em Fortaleza, palco de vários trabalhos de Sérvulo, dialogando sempre com conceitos de arte pública e esculturas efêmeras. É dele, por exemplo, o Monumento ao Saneamento da Cidade de Fortaleza, localizado na avenida Beira-Mar, construído em 1978.

Nos anos 40, Sérvulo foi membro da Sociedade Cearense de Artes Plásticas (SCAP). Estudou em Paris, na França, com bolsa do governo francês, em 1957. No país europeu, o artista plástico fez um curso de litografia na Escola Nacional Superior de Belas Artes. Sérvulo moraria 25 anos em Paris.

Na década de 1950, fundou o Museu de Gravura, no Crato, e expôs obras em bienais e museus de São Paulo, onde trabalhou como ilustrador no jornal Correio Paulistano. Em 1960, Sérvulo integrou o movimento da arte cinética, quando trabalhou quadros e objetos movidos pela eletricidade estática.                      
(O Povo)                          Ceará

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.