Header Ads

Sessão solene marca abertura de trabalhos na Câmara Municipal do Crato

Composição da mesa durante sessão
solene. FOTO: Henrique Maia
13h22 - 07.02.2017

Compromisso com o espírito público e desejos de parceria entre os poderes Executivo e Legislativo marcaram o início da 28ª Legislatura em Crato. A abertura do Ano legislativo ocorreu com sessão solene na noite desta segunda-feira, 6, no Plenário Paulo Bezerra, da Câmara de Vereadores.
Conduzida pelo presidente do Legislativo, vereador Florisval Sobreira Coriolano (PRTB), a sessão contou com presenças do prefeito José Ailton Brasil, do vice-prefeito André Barreto, do Padre José Vicente que representou a Diocese, e de José Aldegundes (Zé Adega) representando os ex-prefeitos do Crato.
Eles compuseram a mesa da sessão ao lado do vice-presidente da Câmara, Pedro Alagoano (PSD), do 1º secretário Pedro Lobo (PT) e do 2º secretário, Tico da Serrinha (PSC). O Plenário da Câmara era formado por familiares de vereadores, representantes civis e militares e ex-parlamentares do Crato, a exemplo de Mara Guedes e Nágela Rolim.  
O presidente do Legislativo, Florisval Coriolano, destacou que de tudo fará para que os trabalhos da Câmara sejam desenvolvidos com base em pilares formados por harmonia, ética, compreensão e respeito. Para tanto, disse o presidente, “precisamos contar, também, com o bom relacionamento e parceria com o Poder Executivo, que terá o apoio do Poder Legislativo em tudo que vise o desenvolvimento e o progresso do Crato”.

Gestão pautada pelo diálogo
Florisval Coriolano inicia sua terceira gestão como presidente do Legislativo cratense que será pautada pelo diálogo. “Estamos abertos ao diálogo independente de opção partidária, visando atender, tão somente, as justas reivindicações de nossos colegas vereadores que são exatamente as aspirações de nosso povo para um Crato melhor”, afirmou.

Diocese parceira
Ao representar a Diocese do Crato, o padre José Vicente declarou ser de grande importância a participação popular nas atividades da Câmara. Segundo o sacerdote, a Igreja Católica local será parceira do Legislativo no que for possível. “Caminharemos passo a passo para a construção desta cidade que nos é afeta, de modo a sonhar com um mundo justo, ético, equilibrado, fraterno, bom onde as pessoas possam viver bem, ou seja, sonhar o sonho de Deus”, disse o padre.
Ex-prefeito
O ex-prefeito José Aldegundes Muniz Gomes de Mattos (Zé Adega) relembrou momentos da história da Câmara, a exemplo de quando as atividades legislativas eram realizadas em salas do Museu do Crato. Ressaltou que, passado o período de campanhas eleitorais, é momento de a Câmara pensar em construir uma cidade melhor. “Essa união deve levar a um só partido, que é o fortalecimento do Crato”, declarou o ex-gestor cratense.

Espírito Público e diálogo
Prefeito do Crato, José Ailton Brasil também fez uso da palavra durante a sessão para destacar a importância do mandato eletivo, especialmente o de vereador. Desejou sucesso e serenidade para o desenvolvimento das atividades.
“Tenho a convicção de que a importante missão legislativa está em boas mãos e que o espírito público prevalecerá sobre qualquer interesse pessoal ou setorial”, disse o chefe do Executivo. “Quero assegurar que iniciamos este governo abertos para um amplo diálogo com o Poder Legislativo e com todos os atores sociais que compõem a grande diversidade social, cultural e política de nosso município”, completou.
Vereadores destacam compromissos
Depois de serem apresentados os vereadores, doze parlamentares declararam compromisso de colaborar com o Executivo e promoverem ações para a melhoria do município e dos cratenses. “Não somos oposição. Queremos plantar a paz e a união que o Crato precisa”, afirmou Roberto Anastácio (PTN)
Jales Velloso (PSB) apresentou algumas demandas ao prefeito e sugeriu o permanente diálogo. Maurício Almeida (PDT) conclamou a participação da sociedade nas sessões: “É do povo que emanam todas as reclamações e aplausos se assim houver”.
Amadeu de Freitas (PT) se dirigiu ao prefeito em defesa da educação, saúde de qualidade, compromisso com o meio ambiente e conservação ambiental, e retomou o desejo de debater políticas públicas para a destinação de resíduos sólidos e destinação do lixo no município, bem como para a cultura.
Antes de declarar o final da sessão solene, o presidente da Casa do Povo, Florisval Coriolano, convidou para participação na primeira sessão ordinária de 2017, realizada na manhã desta terça-feira, 7, no Plenário Paulo Bezerra.
(Assessoria de Comunicação)                     Política

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.