Header Ads

Taxa de desemprego no Ceará fica em 12,4% no último trimestre de 2016

A taxa de desemprego no Ceará encerrou o último trimestre de 2016 em 12,4%, ante taxa de 13,1% no trimestre que compreende os meses de julho, agosto e setembro. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) foram divulgados na manhã desta quinta-feira (23) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Assim, o número de desocupados era de 484 mil nos últimos três meses de 2016.

No 4º trimestre de 2016, a taxa de desocupação, no Brasil, foi estimada em 12,0%. Esta estimativa se manteve estável na comparação com o 3º trimestre de 2016 (11,8%). Frente ao 4º trimestre de 2015 (9,0%), a taxa apresentou elevação de 3,1 pontos percentuais.

Também no confronto anual, houve crescimento desse indicador em todas as grandes regiões: Norte (de 8,6% para 12,7%), Nordeste (de 10,5% para 14,4%), Sudeste (de 9,6% para 12,3%), Sul (de 5,7% para 7,7%) e Centro-Oeste (de 7,4% para 10,9%). A região Nordeste permanece registrando a maior taxa de desocupação dentre todas as regiões.

O percentual de mulheres (50,3%) na população desocupada foi superior ao de homens (49,7%) no 4º trimestre, o que se repetiu em quase todas as regiões. A exceção foi a região Nordeste, onde as mulheres representavam 48,7% da população desocupada. Na região Centro-Oeste, o percentual das mulheres foi o maior (52,9%).

O grupo de 14 a 17 anos de idade representava 8,4% das pessoas desocupadas, uma redução de 0,8 ponto percentual do 4º trimestre de 2015 para o 4º trimestre de 2016. A maior parcela era representada pelos adultos de 25 a 39 anos de idade (35,6%).         (Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.