Header Ads

Artista cratense recebe elogios de Madonna após pintar hospital a convite da cantora

Trabalho de Wanderson no Malawi.
FOTO: Instagram - Raising Malawi
Se o mundo já conhecia a arte de Espedito Seleiro, agora já pode se maravilhar com o trabalho de mais um artista do Cariri: Wanderson Petrova. “Adotado” pela cantora Madonna, o jovem estudante de Design de 24 anos acaba de voltar ao Ceará após pintar as paredes do Instituto Mercy James, hospital pediátrico do Malawi, na África, criado pela Rainha do Pop.
Com voo marcado para o dia 5 de março, Wanderson passou por um susto quando embarcava para a missão dada pela cantora após conhecer suas artes nos muros da cidade do Crato.
No Aeroporto de Fortaleza, ele foi “barrado” porque não possuía profissionais para emissão do Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP). “Eu tive um grande problema com a permissão da CIVP. O setor se encontrava fechado. Eu perdi um dia de trabalho, mas entrei em contato com a produção da instituição e foi remarcado para o dia seguinte”, explica.
Recepção
Resolvida a situação, o artista cearense partiu da capital cearense para Joanesburgo, capital da África do Sul. Lá, o jovem foi recebido por uma equipe que o acompanharia no projeto. 
“As pessoas do Brasil e do mundo tem muito a aprender com as pessoas da África, apesar de não dominar o inglês, eles tiveram um total respeito de me explicar tudo da melhor forma possível”, comenta o caririense.
Após chegar ao hotel e repousar cerca de 5 horas, Wanderson já iniciou os trabalhos. Ele foi levado até o Instituto Mercy James para conhecer o local onde iria pintar. Já sabendo qual arte iria fazer, pois a cantora Madonna já tinha definido a partir das artes que ele já havia produzido, o cearense passou a circular pelas ruas do Malawi para sentir um pouco da cultura.
“Eu passeava junto a uma família portuguesa que faz parte do instituto. Eu perguntava sobre os costumes, sobre questões relacionadas ao respeito à mulher, a cultura como um todo. Lá tem um pouco do que convivo aqui no Crato, como a vegetação”, explica o artista.
Inspiração
A arte escolhida pela Rainha do Pop foi uma espécie de floresta azul com beija-flores. Wanderson explica que foi sabendo que faria a pintura em uma simples parede, mas lá foi convidado, a partir de um pedido da cantora norte-americana, a pintar um mural de 10 metros quadrados.
“Foi um trabalho em conjunto. A diretora do hospital acompanhava o processo e gente trocava telefonemas e e-mails com a própria Madonna. Ela não estava lá, mas estava sempre dando opiniões e recomendações. Ela gostou muito da minha mistura de cores para chegar até a tonalidade azul escolhida”, lembra Wanderson afirmando ainda que o azul tem relação com ambiente de acolhimento.
Reconhecimento
Após 12 dias na África, o artista do Cariri afirma que cumpriu o seu papel. Sem cobrar cachê ou algo parecido, Wanderson diz que ter seu trabalho estampado em uma instituição de caridade longe de casa tem um significado muito grande, pois Madonna foi sua inspiração para lutar pelos direitos da mulher e apoiar o empoderamento feminino. “Aquele trabalho feito com alma vai inspirar pessoas, vai salvar vidas”, diz o estudante.
Já em terras cearenses, Wanderson diz que recebeu diversos elogios da equipe do hospital e da própria Madonna, que agradeceu seu trabalho. “O azul está divino, os pássaros estão esplêndidos. O seu trabalho é incrível’, disse a cantora para Wanderson.
Daqui para frente o jovem do Cariri espera continuar fazendo trabalhos que inspirem as pessoas não somente por inspiração da luta de Madonna em prol das mulheres, mas também por meio da cultura local.                  (Diário do Nordeste) 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.