Header Ads

Ceará fecha 7,4 mil vagas em janeiro e tem 15º mês seguido de queda

O Ceará fechou 7.436 vagas de trabalho em janeiro deste ano, segundo informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgadas nesta sexta-feira (3) pelo Ministério do Trabalho e Emprego. Em todo o Brasil, foram fechadas 40.864 vagas. Janeiro de 2017 foi o 15º mês seguido de baixa nos empregos no Ceará e o 20º seguido no país.
O setor de serviços foi o mais afetado no Ceará, com queda de 2.652 empregos. No comércio, foram 2.591 oportunidades fechadas. Também houve redução em indústria da transformação (-896) e construção civil (-788). Serviços industriais de utilidade pública foi a única área que teve alta, com saldo de 14 empregos no mês.
O resultado dos empregos formais no início deste ano ainda é reflexo da economia ainda fraca, que tem registrado aumento do desemprego e da taxa de inadimplência, apesar de alguns indicadores mostrarem o início lento de um processo de recuperação. Para tentar reaquecer a economia, o governo liberou saques das contas inativas do FGTS e o Banco Central tem baixado os juros.
Regiões
Segundo o Ministério do Trabalho, houve o registro de demissões em três das cinco regiões do país em janeiro deste ano.
No primeiro mês deste ano, a região Nordeste liderou as demissões, com o fechamento de 40.803 postos formais de trabalho, seguida pelas Regiões Sudeste (-30.388 vagas) e Norte (-6.835).
Ao mesmo tempo, a região Sul abriu 24.391 empregos em janeiro, e a Região Centro-Oeste criou 12.771 vagas formais.                    (G1)                     Principal

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.