Header Ads

Cerca de 110 mil pessoas devem ser imunizadas contra o H1N1 em Juazeiro do Norte, Crato e Barbalha

Aproximadamente 114 mil pessoas devem ser imunizadas contra o H1N1 em Crato, Juazeiro do Norte e Barbalha, durante a campanha nacional de vacinação que segue até o dia 26 de maio. A imunização é destinada a todos que compõem o grupo prioritário da campanha: idosos, crianças, população privada de liberdade, profissionais da saúde e do sistema prisional e pessoas com doenças crônicas. Além destes, o Ministério da Saúde (MS), incluiu os professores da rede pública e privada de ensino. 

Em Juazeiro do Norte, a meta é vacinar 65 mil pessoas; já em Crato, aproximadamente 34 mil serão imunizadas; em Barbalha serão mais de 15 mil pessoas. A vacina disponível no SUS protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no país: A/H1N1; A/H3N2 e Influenza B. Os grupos prioritários devem se vacinar todos os anos, já que a imunidade contra os vírus cai progressivamente. Além disso, o vírus da gripe passa por mutações frequentes. 

Daniele Mota, coordenadora de Imunização do Crato, explica que a população deve procurar as unidades de saúde durante a campanha e reforça que não existe nenhuma contraindicação quanto ao uso da vacina. “O vírus da influenza é de alta transmissibilidade, ocorre por meio de secreções das vias respiratórias, quando a pessoa fala, tosse, espirra ou através do contato com as mãos. A melhor maneira de se prevenir contra o vírus é tomando a vacina anualmente. A população pode realizar o procedimento sem medo, não existe nenhuma contraindicação”, aponta a coordenadora. 

A diretora do setor de Imunização de Juazeiro do Norte destaca que, além da imunização, as pessoas devem se precaver da doença por meio de medidas de segurança. “É fundamental higienizar sempre as mãos com álcool em gel, evitar aglomerações, tampar a boca com as mãos e virar o rosto ao tossir. As pessoas gripadas devem fazer uso de máscaras, uma vez que o vírus permanece vivo no ambiente por algum tempo. Com os cuidados necessários, evitaremos o aumento de casos e de óbitos relacionados ao vírus”, explica Márcia Rejane. 

Em todo, no Ceará foram disponibilizadas 2,4 milhões de doses da vacina. A meta é imunizar pelo menos 90% do público-alvo, o que corresponde 2,2 milhões de pessoas até o fim da campanha. Os municípios têm intensificado as campanhas nos veículos de comunicação para alertar a população sobre a importância da vacina. “No dia 13 de maio será realizado o Dia D de vacinação, mas é importante que a população se antecipe e não deixe para a última hora para evitar filas”, salienta Márcia Rejane.                              (Jornal do Cariri)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.