Header Ads

Coordenação de Arte e Cultura planeja restauração da antiga estação ferroviária

Uma equipe formada por engenheiros, juntamente com o Coordenador de Arte e Cultura do Município, Alemberg Quindins, estiveram na antiga Estação Ferroviária de Juazeiro do Norte, para uma análise das condições estruturais do prédio e o planejamento da restauração daquele espaço para que ele se torne mais um equipamento cultural da cidade. A visita aconteceu na última sexta-feira.

Um dos objetivos é transformar o prédio histórico no Museu do Trem, que será um espaço de exposição permanente e contará a história da estação ferroviária, inaugurada pelo Padre Cícero em 1926. A ideia é realizar uma restauração arquitetônica ao invés de uma reforma física, com o intuito de se conservar a arquitetura original do imóvel e reconstruir alguns elementos que remontam ao tempo em que a velha estação ainda funcionava com a finalidade para a qual foi criada: embarque e desembarque de passageiros de trem que, durante várias décadas, foi o principal meio de ligação econômica de Juazeiro do Norte com várias cidades do Ceará e do Nordeste.

Segundo Alemberg Quindins, o próprio prédio será primeira peça do Museu. “Queremos, nesse espaço, trazer a memória do Museu do Trem. Queremos trazer vagões e colocá-los sobre os trilhos antigos e desativados que ainda estão em frente à estação. Eles serão ocupados com bares, cafés e ateliês. O novo equipamento terá oficinas de arte e exposições temporárias que circulam pela Região do Cariri”, comenta Alemberg.
Também faz parte desse projeto, a transformação do VLT (Veículo Leve sobre Trilhos, também conhecido como Metrô de Superfície) em um Centro Cultural sobre trilhos e fazer com que esse transporte seja um meio para circulação de arte, interligando as estações de Crato e Juazeiro do Norte. Essa ideia já foi apresentada verbalmente ao Governador Camilo Santana e deverá ser discutida com ele, em caráter oficial, em uma audiência com a presença do próprio Alemberg Quindins e do Prefeito Arnon Bezerra, para que se transforme em um projeto que seja realizado através de parceria firmada entre o Município de Juazeiro do Norte e o Governo do Estado.

Artistas defenderam o prédio histórico
A importância que alguns artistas locais, que ocuparam o prédio nos últimos anos, tiveram na defesa deste patrimônio histórico e cultural do Município ao impedir que ele tivesse sua estrutura drasticamente alterada, ou mesmo que fosse demolido, foi enfatizada pelo coordenador de Arte e Cultura. “Precisamos louvar esse papel que esses artistas tiveram ao se tornarem guardiões dessa estação, pois não permitiram que terceiros e, até mesmo administrações anteriores, derrubassem as paredes históricas da edificação”, lembra. Ele disse ainda que a Gestão do Prefeito Arnon Bezerra quer fazer um resgate da memória histórica de Juazeiro do Norte, por isso tem dedicado atenção e apoio às ações que resgatem e preservem alguns prédios históricos, a exemplo da própria estação, como também o Teatro Marquise Branca, o Centro de Cultura Popular Mestre Noza, onde era o antigo batalhão da polícia, e outros.               Cariri

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.