Header Ads

Previsão para abril é de chuvas em torno da média no Ceará

Após dois meses consecutivos de chuvas acima da média, abril começou com precipitações intensas no Ceará. Nos dias 1, 2 e 3 foram registradas chuvas em 121, 66 e 80 cidades, respectivamente, conforme dados da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).
No comparativo com os três primeiros dias de abril do ano passado, os números são um pouco menores, pois, à época, houve precipitações em mais de 100 municípios no início do mês.
A probabilidade divulgada pela Funceme no fim de fevereiro foi de 43% para chuvas dentro da média histórica para os meses de março, abril e maio. O prognóstico para o último mês foi confirmado, já que as precipitações ficaram cerca de 1% acima do normal, ou seja, em 205,1 milímetros, fato que não acontecia desde 2009. Ano passado, as chuvas do mês de abril ficaram 48,2% abaixo da média.
Chuvas diárias
De 7h deste domingo (2) até as 7h desta segunda-feira (3), houve registros em 90 cidades, com destaque para Orós e Mombaça que registraram 93 milímetros e 92 milímetros respectivamente.
O município de Orós, inclusive, sedia um dos principais açudes de Estado. Com origem no início da década de 60, o reservatório localizado no leito do rio Jaguaribe está apenas com 10,3% de sua capacidade total. A última mês em que o açude sangrou foi em agosto de 2011.
Na região do Cariri, às maiores precipitações foram registradas em Aurora (56 mm) e Juazeiro (45 mm).
Situação hídrica
Até a última sexta-feira (31), os 153 açudes monitorados pela Cogerh, cuja capacidade total são 18,64 bilhões m³, apresentavam volume de 1,97 bilhão m³ (10,54%). No total, 68 açudes registraram aporte este ano.
Além do Cauhipe em Caucaia, que chegou aos 100% neste domingo, os açudes Acaraú Mirim, da bacia do Acaraú, Caldeirões, da bacia do Alto Jaguaribe, Valério, da bacia do Alto Jaguaribe, S. Pedro Timbaúba, da bacia do Litoral, Itaúna, na cidade de Granja, e Maranguapinho, da bacia Metropolitana, estão sangrando. O Tijuquinha, em Baturité, já sangrou, mas teve seu volume reduzido.                    (Diário do Nordeste)                           Principal

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.