Header Ads

Unesco destaca Geopark Araripe em publicação

Um dos projetos de Extensão mais importantes da URCA, o Geopark Araripe, foi destaque numa publicação da Unesco sobre Geoparques. O Geopark Araripe e sua diversidade cultural é um dos destaques ao lado dos Geoparque de Portugal, do Vietnã, do israelense e do Geopark do Canadá.

As manifestações culturais da Região do Cariri, local onde o Geopark Araripe está inserido, nas cidades de Juazeiro do Norte, Crato, Barbalha, Missão Velha, Nova Olinda e Santana do Cariri, com seu colorido oriundo da mistura das raças negra, indígena e europeia formaram a identidade cultural que tanto impressiona os visitantes.

O Geopark Araripe
Geopark é uma marca atribuída pela Rede Global de Geoparques (GGN) a uma área onde sítios do patrimônio geológico (geossítios) representam parte de um conceito notável de proteção (geoconservação), educação (geoeducação) e desenvolvimento sustentável (geoturismo e desenvolvimento territorial). O Geopark Araripe é o primeiro das américas e é composto por 9 locais de visitação, chamados geossítios. Esses locais possuem grande valor científico, histórico, cultural, ambiental, geológico e paleontológico. É nessa região onde foram encontrados diversos fósseis de mais de 100 milhões de anos, entre eles de peixes, pterossauros e répteis, além de outras espécies de animais e plantas. Boa parte desses fósseis estão expostos no Museu de Paleontologia de Santana do Cariri. Atualmente, a Unesco abraçou a Rede de Geoparques como programa oficial.

Confira a publicação na íntegra acessando o site: http://unesdoc.unesco.org/images/0024/002477/247741e.pdf

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.