Header Ads

Discussão sobre reajuste dos servidores não avança e sindicato diz haver descaso do governo Arnon Bezerra

A reunião ocorreu ma sede do Ministério Público.
Reunidos mais uma vez, agora com a presença do Ministério Público (MP), para discutirem a negociação salarial, representantes do Sindicato dos Servidores Municipais de Juazeiro do Norte (Sinsemjun) e da prefeitura, não chegaram a acordo. A reunião ocorreu nesta segunda-feira (15), na sede do MP, com a presença da promotora de Justiça Alessandra Magna Ribeiro. Ao final, a direção do Sisemjun avaliou a reunião como sendo um descaso da administração Arnon Bezerra,  insistindo na sua proposta inicial de 2,75 a 4,75% de reajuste, o que não repõe pelo menos a inflação do último período. A direção  do Sisemjun também  afirmou, que se não houver avanço na próxima reunião, o sindicato admite que poderá  ter uma greve geral do funcionalismo público municipal, a exemplo dos últimos anos.

Durante a reunião, a promotora Alessandra Magda mediadora da reunião concedeu a palavra para o presidente do Sisemjun, Marcelo Alves. Este afirmou que  já foi tratado em assembléia geral sobre o reajuste anual; que os servidores não aceitam qualquer tipo de proposta abaixo de 6,58%; que a proposta escalonada por faixa salarial variando de 2,75 a 4,75%, não contempla as perdas salariais, e tal proposta é  considerada irrisória e uma frustração dos servidores  com a administração Arnon Bezerra.O secretário de Gestão Evaldo Soares apresentou dados numéricos, afirmando que  houve um aumento na arrecadação do município entre os anos 2015 a 2016 de 15,61%. "Portanto,  porque a administração Arnon Bezerra insistem em uma proposta de reajuste imoral?", indaga o presidente do Sinsemjun.
Os representantes dos sindicatos SIATRANS,  SIDIGUARDAS e SINDRACS afirmaram que as categorias em assembléias deliberaram unificar com a proposta de reajuste do Sisemjun.


O presidente do Sisemjun Marcelo Alves  afirmou ainda que há 8 anos o município não realiza concurso público,  que com o passar do tempo os servidores efetivos estão sendo substituídos por temporários.
Já secretário de Gestão Evaldo Soares se limitou em afirmar que a crise financeira se abateu em todas  as regiões do país,  em especial  a região  Norte /Nordeste. Afirmou também  a preocupação com a Lei de Responsabilidade Fiscal.


A Promotora de Justiça Alessandro Magda solicitou ao secretário de Gestão que fosse feita uma  reavaliação da proposta de reajuste geral para o funcionalismo municipal,  tal solicitação será apresentada no dia 24 de maio, às 14hs,  em uma nova reunião no MP.                           (Blog Flávio Pinto News)            Cariri

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.