Header Ads

Festa do Pau da Bandeira de Barbalha motiva audiência pública na Câmara Federal

A Comissão de Cultura discute nesta quinta-feira (18) o potencial de atração turístico-cultural da Festa do Pau da Bandeira de Santo Antônio de Barbalha na abertura do calendário das festas juninas do nordeste brasileiro.

Misto de cultura popular e fé católica, a festa é considerada, desde 2015, patrimônio cultural do Brasil pelo Instituto do Patrimônio Histórico, Artístico Nacional (Iphan).

“A festa do hasteamento do pau da bandeira de Santo Antonio de Barbalha teve o seu início em 1928”, ensina o deputado Raimundo Gomes de Matos (PSDB-CE), que pediu a realização do debate.

No evento, centenas de homens se revezam para levar um tronco, simbolizando a promessa e a devoção ao santo casamenteiro, até a frente da Igreja Matriz de Barbalha, onde é hasteado com a bandeira de Santo Antônio, numa demonstração de força e fé.

No Nordeste, a Festa do Pau da Bandeira é tão importante quanto o Bumba-Meu-Boi, no Maranhão, as festas de Sant’Ana de Caicó, no Rio Grande do Norte, e do Senhor Bom Jesus do Bonfim, na Bahia.

Potencial turístico

A cidade de Barbalha forma com os municípios de Crato e Juazeiro do Norte a região metropolitana do Cariri, com uma população estimada em quase 600 mil habitantes.

A região possui aeroportos, rede de transportes público que contempla inclusive metrô de superfície, rede hoteleira de classificação diversa; rede de saúde diversificada e atrativos turísticos variados.

“Desta forma, como maneira de preservação do patrimônio cultural do Brasil e visando impulsionar os eventos e a economia local, essa audiência pública se faz necessária para que se discutam a viabilidade de expansão, do local para o nacional, da Festa do Pau da Bandeira de Santo Antonio de Barbalha.”

Debatedores

Foram convidados para participar da audiência pública:
– o prefeito de Barbalha (CE), Argemiro Sampaio Neto;
– o capitão do Pau da Bandeira de Santo Antônio, Expedito Rildo Cardoso X. Teles:
– o professor Océlio Teixeira da Universidade Regional do Cariri (CE); e
– representantes dos ministérios da Cultura e do Turismo, e do Iphan.

A audiência será realizada no plenário 12 a partir das 9h30.                (Blog do Edison Silva - Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.