Header Ads

Ceará tem 33 mortes confirmadas por chikungunya

De janeiro até esta sexta-feira (23), o Ceará confirmou um total de 33 mortes em decorrência da febre chikungunya. De acordo com boletim da Secretaria da Saúde (Sesa), somente nas últimas duas semanas, sete pessoas faleceram por conta da doença.  
Fortaleza lidera a lista dos municípios com mais óbitos, com 25, seguido por Caucaia, com três. Depois vem Beberibe, Pacajus, Senador Pompeu, Acopiara e Morada Nova, que registraram um caso cada. Conforme o boletim, são 16 vítimas do sexo masculino e 17 do sexo feminino, com idades entre dez dias de vida e 92 anos.
Em todo ano de 2017, os casos confirmados da chikungunya chegam a 38.959, maior que o número registrado durante todo o ano de 2016, quando foram confirmados 31.482 casos da doença. 
Dos casos confirmados, 67,3% (26 mil) concentraram-se em pessoas de idade entre 20 e 59 anos. De acordo com a Sesa, a doença é mais comum entre as mulheres em todas as faixas etárias.
Ainda conforme o levantamento, a dengue já matou oito pessoas somente este ano em todo o estado. As mortes ocorreram em Fortaleza (4), Itapajé (1), Paracuru (1) e Tabuleiro do Norte (1).                        (Cnews)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.