Header Ads

Cidades terão de visitar ao menos 80% das casas em busca de focos da dengue para receber fundo

Os municípios cearenses terão que visitar pelo menos 80% dos domicílios e eliminar eventuais focos do mosquito Aedes aegypti – causador da dengue, febre chikungunya e vírus da zika – para receber parte dos R$ 10 milhões prometidos pelo Governo do Estado. O valor é um incentivo ao combate ao mosquito nas cidades do Ceará.
O governo divulgou nesta terça-feira (27) os critérios para receber o fundo. Além das visitas, cada cidade deve criar um comitê de combate ao mosquito e manter uma campanha de eliminação dos focos, criados em água parada.
O Ceará vive um surto das doenças arboviroses, causadas pelo Aedes aegypti. O estado vive um surto da doença, com cinco vezes mais que o índice considerado epidêmico.
Somente a chikungunya causou 33 mortes no Ceará neste ano e tem mais de 38 mil casos confirmados neste ano, mais que o total de 2016.                   (G1 CE)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.