Header Ads

329 viaturas são entregues às Polícias e à Pefoce

De acordo com informações do Governo do Estado,
foram disponibilizadas 270 viaturas para a Polícia Militar;
50 para a Polícia Civil, dez delas descaracterizadas para
ações de Inteligência; e 9 para a Pefoce. FOTO: Natinho Rodrigues
O Governo do Estado entregou 329 viaturas às Polícias Civil e Militar e à Perícia Forense do Ceará (Pefoce), em solenidade realizada na manhã da última segunda-feira (10), no estacionamento da Arena Castelão. Os veículos representam um aumento de 26,6% na atual frota das Corporações, que contam com 1.556 carros. Do total, foram disponibilizadas 270 viaturas para a Polícia Militar; 50 para a Polícia Civil, dez delas descaracterizadas para ações de Inteligência; e 9 para a Pefoce.
Os veículos serão utilizados na Capital, Região Metropolitana de Fortaleza, Cariri e Sobral. O investimento total é da ordem de R$ 28 milhões, para os automóveis e equipamentos.
Foram adquiridos veículos Renault Duster, Chevrolet Trailblazers, Mitsubishi Pajero e Citroën Aircross. O titular da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), André Costa, afirmou que a nova frota é adequada para Zonas Urbanas. Ele declarou que consultou agentes de segurança do Rio Grande do Sul para a escolha dos veículos.
"Tudo isso vai nos ajudar a ter mais presença policial nas ruas, a reduzir o tempo de resposta no 190, porque a demanda é grande. Com mais viaturas, podemos atender mais rapidamente e também dar um melhor confronto contra a criminalidade", afirmou André Costa.
O secretário acrescentou que haverá uma redistribuição das viaturas que serão substituídas pelas novas, para municípios que não foram contemplados.
Aluguel
O governador do Estado Camilo Santana também revelou que está em fase inicial de licitação duas novas modalidades de aquisição de mais viaturas para o Ceará, que seriam por compra e aluguel. A previsão é que, ainda neste ano, o Estado tenha 600 novas viaturas compradas ou alugadas para repor as mais antigas.
O governador acrescenta que o processo experimental já vem sendo utilizado por outros estados do Brasil e a reposição das viaturas danificadas em tempo hábil é a grande vantagem do aluguel. "O valor sai um pouco mais caro na hora de alugar, mas há o custo benefício de quando a viatura bate, o tempo que ela passa na oficina e que o município fica sem a viatura. No contrato de aluguel que muitos estados estão fazendo, essas viaturas têm que ser repostas em 24 horas", afirmou.
Colisão
Em deslocamento em comboio, quatro viaturas novas que foram destinadas para a Região do Cariri, bateram umas nas outras. De acordo com o relações públicas da Polícia Militar, tenente-coronel Andrade Mendonça, o engavetamento causou apenas prejuízos materiais. "Já foram levadas para o conserto. Sábado (15), o governador deve entregar as viaturas dessa Região".                 (Diário do Nordeste)                             Polícia

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.