Header Ads

Sete planos de Assistência Técnica e Extensão Rural são entregues no Cariri

Sete planos de Assistência Técnica e Extensão Rural são
entregues no Cariri. FOTO: André Costa
Com o objetivo de dar assistência profissional especializada a cadeias produtivas agrícolas, a Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), em parceria com o Instituto Agropolos do Ceará (IACe), entregou ontem, em Crato, sete planos de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) para associações situadas no Cariri. A solenidade aconteceu no estande da SDA na Exposição Centro-Nordestina de Animais e Produtos Derivados (ExpoCrato 2017), maior feira agropecuária do Estado e uma das maiores do Brasil.

Segundo o titular da SDA, Dedé Teixeira, o plano de assistência terá duração de um ano e irá trabalhar em conjunto com as associações e cooperativas, desenvolvendo metodologias específicas para cada situação com a finalidade de melhorar a comercialização, minimizar custos, ampliar lucros, aprimorar a qualidade do produto final, promover a inclusão de mulheres e jovens no processo produtivo e fortalecer a agricultura familiar na região.
"Sempre costumo dizer que o agricultor precisa de assistência. Se ele produz mil reais sem ser assistido, quando recebe orientação específica e profissional, esse lucro pode ser quatro, cinco vezes maior", destaca Teixeira. Ainda conforme o secretário, as associações e cooperativas recebem assistência sistemática de um especialista por meio de visitas, cursos de capacitação sobre o manuseio adequado de equipamentos para produção, orientações para introdução de tecnologias de baixo custo que aumentem a produtividade e diretrizes relacionadas ao controle de qualidade alimentar.
Para Ana Tereza de Carvalho, nova presidente do Instituto Agropolos, a assistência irá identificar a "vocação econômica de cada comunidade para determinar qual tipo de acompanhamento é mais viável, e também tem como premissa incentivar a produção de orgânicos, fomentando a sustentabilidade".
O plano de Ater está inserido no Projeto São José III, cujo objetivo é aumentar o acesso das populações rurais mais pobres às atividades de geração de emprego e renda, assim como à provisão de infraestrutura e de serviços sociais básicos como meios para a redução da pobreza.
Análise
Após um ano da atuação da Ater, os técnicos agrários elaboram um comparativo que identifica o progresso das associações e cooperativas. Ao todo, serão beneficiadas 87 famílias de cinco municípios da região do Cariri. Além de potenciar lucros e fomentar a agricultura familiar, o projeto, segundo Dedé Teixeira, contribui com a obtenção dos selos de inspeção municipal e estadual. "Também viabilizamos a introdução dos produtos da agricultura familiar em iniciativas como o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), desenvolvido pela SDA e o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae). É um projeto que contempla vários outros", acrescentou.                           (Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.