Header Ads

Mil alunos da rede pública que ingressarem em universidade terão bolsa

Estudantes da rede estadual de ensino que ingressarem em universidade pública terão direito a receber bolsa do Governo do Estado no primeiro ano da graduação. A lei que garante o benefício foi sancionada ontem pelo governador Camilo Santana (PT), durante transmissão ao vivo no Facebook. O programa “Avance” deve beneficiar mil estudantes ainda neste semestre letivo.

As bolsas são no valor de um salário mínimo (R$ 937) durante o primeiro semestre letivo ou de meio salário (R$ 468,5) durante o primeiro ano de faculdade. Para solicitar o auxílio, os candidatos devem estar matriculados em curso de graduação de universidade pública, ter cursado todo o ensino médio na rede estadual de ensino, ser membro de família cadastrada no programa federal Bolsa Família e ter tirado nota maior ou igual a 560 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

“É uma bolsa para dar o mínimo de estrutura para ele (estudante) se manter até conseguir uma bolsa da universidade ou um estágio”, disse o governador Camilo Santana durante a transmissão. Segundo ele, muitos estudantes precisam se mudar de cidade para cursar uma graduação e encontram barreiras nesse processo.

“Eu recebia muito ressentimento de jovens que passaram no Enem para universidade. Jovens que moravam no Interior e passavam para Fortaleza. Quando iam iniciar seus cursos, não tinham condição de se manter nessas cidades”, relatou.

O Governo do Estado ainda não divulgou como serão as inscrições. Datas e locais de entregas de documentos ainda não foram informados.

A lei, sancionada ontem, já havia sido anunciada em maio desse ano em evento do Governo do Estado.

No ano passado, foram 13.516 estudantes da rede estadual aprovados em vestibulares, sendo 5.795 em universidades públicas. Em instituições privadas, 1.924 foram selecionados pelo Programa Universidade para Todos (Prouni), que também usa como base as notas do Enem para conceder bolsas de estudo integrais e parciais em cursos de graduação.                    (O Povo)           Ceará

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.