Header Ads

Prorrogado prazo do PAA, agricultores familiares tem mais chaces para vender alimentos para o governo federal

Está prevista a compra de arroz, feijão, fubá, açúcar,
farinha de mandioca, fubá de milho e leite em pó.
FOTO: André Costa
Os agricultores familiares de todos os Estados terão mais chances para vender alimentos para o governo federal. O prazo das chamadas públicas para a aquisição de mais de 2,8 mil toneladas de alimentos foi prorrogado até o dia 23 deste mês. Os produtos serão adquiridos por meio da modalidade Compra Institucional do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS). O investimento é de R$ 14 milhões.
Empreendimentos da agricultura familiar podem enviar as propostas de venda e os documentos de habilitação, via Correios, para as superintendências da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) em Alagoas e no Rio Grande do Sul.
Os produtos vão compor as cestas de alimentos distribuídas a grupos populacionais específicos em situação de insegurança alimentar e nutricional, como indígenas, quilombolas e acampados da reforma agrária. Está prevista a compra de arroz, feijão, fubá, açúcar, farinha de mandioca, fubá de milho e leite em pó.
A Ação de Distribuição de Alimentos a Grupos Populacionais Específicos, realizada em parceria com a Conab, tem como objetivo a aquisição de itens alimentícios básicos e a distribuição gratuita desses produtos em forma de “cestas” de alimentos, com o intuito de atender, em caráter emergencial e complementar, famílias que se encontram em situação de insegurança alimentar e nutricional.
Acesse as chamadas no portal Compras da Agricultura Familiar.

Informações sobre os programas do MDS: 0800 707 2003         (MDS)         Brasil

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.