Header Ads

Vereadores aprovam projeto para instalação do ensino militar nas escolas de Juazeiro

Vereadores aprovam projeto para instalação do ensino
militar nas escolas de Juazeiro. FOTO: Guto Vital
O modelo e as metodologias da Colégio da Polícia Militar de Juazeiro do Norte poderão ser replicados nas escolas públicas municipais.

O projeto do vereador Demontier Agra (PPL), foi aprovado na câmara pelo e prevê que o militarismo seja implantado gradativamente em parceria com o Governo do Estado, Guarda Civil, Tiro de Guerra e Polícia Militar, principalmente nos locais de vulnerabilidade social. A proposta da Casa foi destaque esta semana em uma matéria do Jornal do Cariri, assinada pelo jornalista Joaquim Junior.

O texto agora aguarda apreciação do Executivo. É uma ideia ousada, mas que caso seja implantada efetivamente, poderá transformar o modo como é administrada a educação de Juazeiro. "Disciplina, hierarquia e estudos" foram algumas das justificativas do parlamentar para propor a mudança.

"Muitas pessoas podem falar que lugar de policia é na rua, fazendo a segurança, e não dentro do colégio. Mas o trabalho de prevenção e formação de cidadãos é tão importante quanto o combate", diz o vereador.

Com 1.100 alunos, o colégio lota 55 professores, 26 militares, que atuam na gestão, coordenação de setores e monitoramento, e 14 funcionários de áreas gerais.

PREMIAÇÕES

Inaugurado em janeiro de 2016, o colégio já acumula premiações, participações em olimpíadas e tem alunos destaque. É o caso do Hiagor da Costa Carneiro, único representante do Ceará selecionado para integrar um grupo de 50 alunos brasileiros no Programa Jovens Embaixadores 2017, em que alunos de escolas de ensino público têm a oportunidade de representar o Brasil e conhecer autoridades em solo norte-americano.

Outro estudante que se destacou, já este ano, é o Mateus Grangeiro, que foi nomeado Coronel do colégio, devido ao seu bom rendimento nas disciplinas. Ele usou a tribuna da Câmara dos Vereadores durante a sessão em que o projeto foi apresentado; "o colégio militar trouxe um  novo horizonte, onde temos uma educação rígida, de respeito aos professores", disse o estudante.

EXECUTIVO

A secretária de Educação de Juazeiro do Norte, Maria Loureto Lima, afirmou que ainda nao teve acesso ao projeto para que pudesse se posicionar sobre o assunto. Loureto afirmou que irá a guardar a chegada do documento no Executivo para que possa explanar acerca da proposta aprovada na Câmara.
 (Site Miséria)                                   
Cariri Principal

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.