Header Ads

CAPS Juazeiro promove atividades referentes ao “Setembro Amarelo”

A Secretaria de Saúde de Juazeiro do Norte, através do Centro de Atenção Psicossocial – CAPS AD III, deu início nesta terça-feira, 19, a uma programação voltada para a campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio, conhecida como “Setembro Amarelo”. A campanha, que possui como lema “Falar é a melhor solução”, ocorre nacionalmente desde setembro de 2015 e tem como objetivo alertar a população sobre a realidade do suicídio no Brasil.

Na terça-feira, 19, foi promovida uma palestra a respeito do tema, ministrada pelo psicólogo Rogério Matos. A palestra foi direcionada aos pacientes do CAPS AD III José Valdir Sabiá e seus familiares, com o intuito de orientá-los sobre o tema. Houve ainda distribuição de laços amarelos, símbolo da campanha, e panfletos com o número do Centro de Valorização da Vida – CVV, que realiza apoio emocional de prevenção ao suicídio através do telefone 141.

A programação continua nesta quarta-feira, 20, na Praça Padre Cícero, a partir das 9h, com uma ação de atendimento e esclarecimento ao público sobre o tema da campanha. Haverá entrega de folhetos e laços amarelos, além de orientações sobre quem procurar em caso de identificação de sintomas de comportamento suicida.

Na quinta-feira, 21, as atividades serão internas, no CAPS AD III José Valdir Sabiá, com atendimentos em salas para atualizar a documentação e prontuários dos pacientes, objetivando melhorar o acompanhamento especializado dos mesmos.

Falar é a melhor solução

De acordo com dados oficiais, 32 brasileiros cometem suicídio por dia, taxa superior às vítimas da AIDS e de alguns tipos de câncer. Segundo a Organização Mundial da Saúde, 9 em cada 10 casos poderiam ser prevenidos.


A dependência química, que é tratada no CAPS AD, é um dos vários fatores de risco que leva a este comportamento. Para Renata Varela, enfermeira e coordenadora de serviço do CAPS AD III de Juazeiro do Norte, “a importância da campanha é esclarecer, orientar as pessoas que os problemas têm solução, que aquele momento de crise é passageiro. Por isso a gente volta a campanha para a população como uma forma de informar que existe o acompanhamento nos CAPS e que através do diálogo pode-se evitar o suicídio”, completa.             (Assessoria de Comunicação)                               Cariri  Principal

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.