Header Ads

I Encontro de Artes do Cariri promove residência com artistas do Rio de Janeiro

Artistas do Rio de janeiro e do Cariri estão reunidos, durante residência artística, no I Encontro de Artes do Cariri, que está sendo realizado em Juazeiro do Norte, com apoio da Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Cultura. O evento é uma realização da Cia. Carroça de Mamulengos.
O I Encontro é um acolhimento do grupo carioca, formado por 24 componentes. Entre eles pesquisadores, arte educadores e atores que trabalham diretamente com a Cultura Popular. O evento tem a propostas de promover uma troca de saberes e vivências com mestres da tradição de Juazeiro do Norte.
Os trabalhos estão sendo desenvolvidos por meio de mobilização do Centro de Artes do Cariri, dirigido pela Cia. Carroça de Mamulengos. De acordo com a Diretora do Núcleo de Arte e Cultura Marcus Jussier, Maria Gomide, a residência consiste no compartilhamento de saberes tradicionais, e promove a perpetuação dos saberes da cultura popular, através de convivências dentro de uma dinâmica próxima à vida.  Baseado nessa ideia, esse encontro é o primeiro de outros que estão por vir. Com isso, serão proporcionados encontros vivenciais entre esses grupos que vêm de fora e mestres da tradição popular do Cariri. Além do convívio diário, são realizadas apresentações, oficinas e brincadeiras.
O objetivo da gestão é fazer com esse tipo de residência possa abrir portas para grupos e artistas de Juazeiro do Norte fazerem o mesmo em outras regiões do país.
Arte e transformação social
Uma das coordenadoras do grupo de artistas residentes, Raquel Poti, disse que conheceu a Cia. Carroça de Mamulengos em 2009 e se encantou com o seu trabalho. Segundo ela, vai além de um trabalho artístico. Ela visualizou na arte desenvolvida pela Cia. uma intenção de transformação social. A partir de então, sentiu inspiração para criação de um grupo que pudesse seguir a mesma linha de trabalho e, após 3 anos de atuação, passaram a estudar a Cultura do Cariri. Os artistas residentes do bloco de carnaval chamado Terreirada Cearense e o Barracão Centelha.

Até o momento, eles realizaram três apresentações abertas ao público. A primeira delas foi durante a Procissão de Nossa Senhora das Dores, no dia 15 de setembro, com palhaços e pernas de pau, acompanhados por grupos da tradição popular. Outras duas aconteceram na praça da Igreja da Mãe Rainha, no bairro Pirajá, nas proximidades de onde estão alojados, com o espetáculo “Vida de Viajante”.                              (Assessoria de Comunicação)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.