Header Ads

Morre advogado que foi vereador em Caririaçu e presidente do Guarani de Juazeiro

O advogado José de Anchieta Borges morreu por volta das 21h30min desta sexta-feira em um dos leitos do Hospital do Coração em Barbalha. Ele tinha 66 anos e integrava uma das mais tradicionais famílias de Caririaçu terra onde nasceu e foi vereador pelo PTB (1983/88) tendo sido eleito por unanimidade presidente da Câmara Municipal. Na época, a prefeita era sua prima Maria José Borges Machado, a “Mazé”. Inclusive, Anchieta construiu o atual prédio do Poder Legislativo.

Em Juazeiro do Norte, ele foi comerciante dono do Depósito Anchieta que era uma madeireira, cuja atividade começou na Rua São Domingos se transferiu para o centro comercial na Rua São Pedro e, por fim, na Rua Rui Barbosa no bairro Santa Tereza. Além disso, foi presidente do Guarani Esporte Clube (1981/82) tendo sucedido o empresário Antonio Araújo Cavalcante. O corpo de Anchieta Borges foi velado pela manhã em uma das capelas do Centro de Velório Anjo da Guarda.

Por volta das 11h30min houve missa em Juazeiro quando o cortejo fúnebre seguiu para o município de Caririaçu. No plenário da Câmara Municipal daquela cidade serão prestadas homenagens póstumas na tarde deste sábado e o sepultamento previsto para às 17 horas. Ultimamente, Anchieta trabalhava na assessoria jurídica da Prefeitura de Caririaçu e o prefeito Edmilson Leite decretou luto oficial de três dias em virtude do falecimento do ex-vereador.

Em meio a um tratamento de problemas pulmonares, Anchieta Borges descobriu ser um paciente cardíaco e, há 15 dias, foi internado no Hospital do Coração em Barbalha. Inclusive, chegou a ser levado para a UTI, mas, ultimamente, o seu quadro clínico parecia satisfatório e demonstrava estar bem consciente e até preocupado com suas tarefas em Caririaçu. Todavia, sofreu um infarto fulminante esta noite quando se encontrava ao lado do irmão Robson Borges, que estava aniversariando.

Há cerca de dez meses faleceu um irmão de Anchieta no caso Robério Borges que trabalhou com o mesmo na madeireira. Já no último dia 1º de maio morreu a mãe de ambos Dona Maria Valdeli Borges, aos 90 anos, em Juazeiro. Anchieta residia na Rua São Domingos em Juazeiro e antes do corpo ser velado na Câmara Municipal será celebra missa às 13 horas na Igreja Matriz de São Pedro em Caririaçu. No velório em Juazeiro, o caixão esteve coberto com a bandeira do Guarani. Coincidentemente e momentos antes de morrer, ele gravou uma mensagem no leito do hospital.                        (Site Miséria)                 
Cariri  Principal

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.