Header Ads

Realocação de barracas para a romaria causa desgaste entre camelôs e Semasp em Juazeiro

São 461 espaços demarcados no chão, todos
medindo 3x2m. FOTO: Guto Vital - Site Miséria
Camelôs que tiveram suas barracas realocadas para o interior do Centro de Apoio aos Romeiros, em Juazeiro do Norte, estão insatisfeitos com a nova organização do local onde irão comercializar suas mercadorias durante a romaria do próximo dia 15.

A operação da Semasp realiza o ordenamento do comércio informal desde a última sexta, dia 1º, distribuindo as barracas entre os pavilhões Monsenhor Murilo e Padre Cícero. A distribuição deverá tirar cerca de 1.021 comerciantes informais do entorno da Basílica de Nossa Senhora das Dores, desobstruindo as ruas e dando mais fluxo ao trânsito intenso, principalmente dos ônibus.

A reclamação, no entanto, é sobre o tamanho do espaço para montar as tendas, a localização de cada barraca e a disposição das "ruas", que, de acordo com alguns camelôs, não facilita o tráfego dos clientes e dá pouca visibilidade aos produtos, em alguns casos.

De acordo com o Joel da Silva, membro da Diretoria de Serviços Públicos do Município, são 461 espaços demarcados no chão, todos medindo 3x2m. A secretaria de Meio Ambiente e Serviços Públicos, até a tarde desta segunda-feira (4), havia cadastrado 186 pessoas para ocupar os espaços. "Durante esse processo de cadastramento, serão priorizadas os que moram em Juazeiro", informou.

RECOMENDAÇÃO DO MP

A divisão, inicialmente, seria feita de acordo com os produtos comercializados. Em uma parte estariam concentrados os vendedores de peças de alumínio, de outro o setor têxtil, seguido de variedades e etc. Os camelôs que comercializam rapaduras e doces caseiros, porém, foram realocados na entrada do Centro, considerado de melhor visibilidade, o que causou insatisfação nos demais.

De acordo com o Diretor de Serviços Públicos, Elói José, toda a ação foi solicitada pelo Ministério Público, através de um Termo de Ajuste de Conduta (TAC). A realocação está sendo feita através é uma recomendação Secretário da pasta Luís Ivan Bezerra, cumprindo a recomendação do MP.

O trabalho de realocação e recadastramento feito pela Semasp deverá se estender até a próxima sexta (8), quando os camelôs já poderão iniciar as vendas aproveitando o grande movimento que é aguardado em decorrência das romarias.

Sobre os comerciantes que demonstrarem insatisfação acerca do espaço reservado para as tendas dentro do Centro de Apoio, Joel afirmou que os casos serão tratados individualmente, até que seja firmado um acordo entre a prefeitura e os vendedores.                        (Site Miséria)                   
Cariri Principal

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.