Header Ads

No Cariri, pontos de apoio auxiliarão estudantes da rede estadual de ensino que forem participar do Enem

Candidatos chegam a local de prova do Enem.
FOTO: Elza Fiuza - Arquivo Agência Brasil
365 mil 253 estudantes deverão participar de mais uma edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no Ceará. Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o número representa 5,4% do total de 6.731.203 inscritos em todo o País.

Neste domingo, primeiro dia de realização do exame, serão aplicadas as provas de linguagens, ciências humanas e redação, com cinco horas e meia de prova. Já no dia 12, será a vez das provas de matemática e ciências da natureza, com quatro horas e meia de duração.

Com o objetivo de preparar os estudantes dos terceiros anos da rede estadual de ensino para este importante momento, a Secretaria de Educação do Ceará em parceria com as Coordenadorias Regionais de Desenvolvimento da Educação (Crede) e os educadores e gestores das escolas de todo o Estado estiveram promovendo ao longo de 2017 várias atividades voltadas para o Enem.

Visando incentivar e garantir que todos os estudantes da rede estadual compareçam nos dois dias de realização do Enem, a Secretaria de Educação montou toda uma estratégia para ajudar os participantes no deslocamento até as instituições de ensino onde estarão sendo aplicadas as provas. Nos seis pólos (Crato, Nova Olinda, Santana do Cariri, Araripe, Campos Sales e Assaré) que abrangem a Crede 18, serão montados pontos de apoio, com informações, água, caneta, frutas e transporte para os estudantes.

Em Crato, as tendas serão montadas na Praça da Sé a partir das 10 horas.
Os portões de acesso aos locais de prova estarão sendo abertos às 11 horas, horário local e fechados às 12 horas. A aplicação do exame começará às 12 horas e 30 minutos.

Neste sábado, dia 02, a partir das 7 horas, estará sendo promovido na Quadra Bicentenário em Crato, um aulão solidário, onde para participar, os interessados terão que doar um quilo de alimento não perecível. No evento, além da revisão das cinco disciplinas, também haverá muita descontração para diminuir o nervosismo e garantir um bom desempenho na prova.                   (Gazeta do Cariri)



Saiba o que é obrigatório e o que não pode levar para a prova do Enem

Os estudantes que vão fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) devem ficar atentos ao material que precisam levar no dia da prova e ao que não é permitido durante a aplicação do exame. No dia da prova, é obrigatório apresentar um documento oficial de identificação com foto.

O documento pode ser a carteira de identidade, carteira de motorista, carteira de trabalho, carteira de reservista ou passaporte. A carteira de estudante não será aceita como documento oficial. Também não serão aceitas cópias, nem mesmo as autenticadas.

Se o candidato perdeu ou teve o documento roubado, deverá apresentar um boletim de ocorrência expedido por órgão policial há, no máximo, 90 dias do primeiro domingo de aplicação do Enem – dia 5 de novembro.

Para fazer as provas, a redação e preencher o cartão de respostas o candidato terá de usar caneta esferográfica de tinta preta, fabricada com material transparente. Outra cor de tinta impossibilita a leitura óptica do cartão de respostas.

O cartão de comprovação de inscrição, que deve ser impresso na página do Enem, não é obrigatório, mas é recomendável levar para ter acesso mais fácil a dados como o local e a sala da prova. Quem precisar comprovar sua presença na prova, para apresentar no trabalho, por exemplo, deve levar a declaração de comparecimento impressa e colher a assinatura do coordenador no dia da prova. O formulário está disponível na Página do Participante.

Lanches são permitidos, mas os alimentos industrializados, como biscoitos, salgadinhos e iogurte precisam estar com as embalagens lacradas. Todos serão vistoriados antes do ingresso na sala.

Itens proibidos
Não é autorizado o uso de celular ou de qualquer aparelho eletrônico durante as provas. Os aparelhos terão de ser colocados em um porta-objetos com lacre, que deverá ficar embaixo da cadeira até o final das provas.

O candidato também não poderá usar lápis, lapiseira, borrachas, livros, manuais, impressos, anotações, óculos escuros, boné, chapéu, gorro e similares e portar armas de qualquer espécie, mesmo com documento de porte. Se estiver com um desses objetos, eles deverão ser colocados no porta-objetos.

Atenção
Neste ano, pela primeira vez será usada a prova personalizada, com os cadernos de questões e o caderno de respostas identificados com nome e número de inscrição do participante. Ao receber a prova, o candidato deverá verificar se o caderno de questões e o cartão de respostas têm a mesma quantidade de itens, se o nome está correto e se não há defeito gráfico.

O aluno poderá deixar o local duas horas depois do início da prova. Só é possível sair com o caderno de questões nos últimos 30 minutos antes do fim das provas.

Segurança
Neste ano, serão usados 67 mil detectores de metal durante o Enem, um para cada 100 participantes. Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), esse número garante a vistoria dos participantes na entrada e na saída de todos os banheiros das 13.632 coordenações de local de aplicação. Neste ano também serão usados detectores de ponto eletrônico.

Itens Proibidos no dia da prova:
Lápis
Chaves
Livros
Manuais
Borracha
Anotações
Boné, chapéu, viseira, gorro ou similares
Fones de ouvido ou qualquer transmissor, gravador ou receptor de dados, imagens, vídeos e mensagens
Impressos
Lapiseira
Óculos escuros
Caneta de material não transparente
Dispositivos eletrônicos (calculadoras, agendas eletrônicas ou similares, telefones celulares,smartphonestabletsipodspen drives, mp3 ou similares, gravadores, relógios, alarmes)        (Agência Brasil)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.