Header Ads

Número de casos de chikungunya no Ceará em 2017 já chega a 95.820

O número de casos confirmados de febre chikungunya no Ceará em 2017 já chega a 95.820. Deste total, 130 evoluíram para óbitos. Os dados constam no boletim epidemiológico mais recente da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa-CE), que faz referência até o dia 28 de outubro.

Conforme a Sesa-CE, 55.985 casos foram registrados em Fortaleza, o que representa 58,4% do total e a cidade com os maiores registros. Em segundo, porém com uma diferença considerável, está Caucaia, localizada na Região Metropolitana com 4.427 casos confirmados.

Em 2017, a partir do fim de fevereiro, observa-se predominância da chikungunya, com aumento na confirmação dos casos de forma crescente e significativa, se comparado às demais arboviroses e ao mesmo período no ano de 2016.

Das 130 mortes, 99 foram em Fortaleza. As demais aconteceram em Caucaia (5), Maracanaú (3), Maranguape (3), Aracati (3), Acopiara (3), Senador Pompeu (2), Beberibe (2), Itapagé (2), Pacaju (1), Trairi (1), Umirim (1), Jaguaretama (1), Morada Nova (1), Piquet Carneiro (1), Marco (1) e Viçosa do Ceará (1).

Dengue

Outra arbovirose que continua assustando o Estado é a dengue. Conforme o mesmo boletim da Sesa-CE, a doença já fez 23.738 vítimas, com 14 mortes confirmadas.           (Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.