Header Ads

Venda de veículos novos avança 25,6% no Ceará

Assim como no Brasil, o carro mais vendido no
Ceará foi o Onix, modelo da marca Chevrolet, que
traz novidades tecnológicas. FOTO: DIVULGAÇÃO
O segmento de veículos em todo o Brasil vem respirando mais aliviado nos últimos meses. E o Ceará segue na mesma rota. A venda de carros, comerciais leves, caminhões e ônibus novos no Estado avançou 25,64% em outubro deste ano, em relação a igual período do ano passado, apontam dados divulgados pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), entidade que representa as concessionárias de todo o País.

Ao todo, foram comercializados 2.793 veículos no mês passado, sendo 2.466 automóveis, 239 comerciais leves, 44 caminhões e 44 ônibus. Enquanto que, em outubro de 2016, o número de veículos emplacados foi de 2.223. Ou seja, 570 unidades a menos. Na comparação com setembro, mês imediatamente anterior, o aumento do volume de vendas no mercado cearense também cresceu 1,56%, saltando de 2.750 para 2.793.

No acumulado deste ano, de janeiro a outubro, ante os dez primeiros meses de 2016, a quantidade de emplacamentos subiu 4,81%, saltando de 25.311 para 26.530. O incremento no referido período foi de 1.219 unidades a mais saindo das concessionárias para as vias do Ceará.

Com desempenho levemente melhor que o do Ceará, o Brasil registrou alta de 27,56% nas vendas de veículos novos em outubro de 2017, ante igual mês do ano passado. Entre carros de passeio, utilitários leves, caminhões e ônibus, foram comercializadas 202,8 mil unidades, com média diária de vendas de 9,96 mil veículos.

Recuperação
A retomada das vendas se deve a um encadeamento de fatores, como queda dos juros, maior credibilidade dos investidores no País, bem como maior agilidade e oferta de financiamentos pelos bancos, elenca o presidente da Fenabrave no Ceará, Fernando Pontes. “Temos bancos instalados nas nossas revendas e isso faz com que as aprovações de crédito sejam mais rápidas. A inflação também está sob controle”. A soma de tudo isto, calcula, vai possibilitar fechar este ano com um avanço de aproximadamente 5% nas vendas gerais do Estado, ante 2016.

Embora vislumbre uma retomada cada vez mais forte nas vendas do mercado automobilístico, o gerente da Fort Nissan em Fortaleza, Alex Bezerra, ainda considera “tímido” o resultado dos últimos meses. “Este crescimento é salutar a nos anima, mas se analisarmos a média histórica de mercado do Ceará, especificamente de Fortaleza, emplacávamos há cinco anos 4.500 carros (por mês), entre automóveis e comerciais leves. Hoje, emplacamos no máximo 3.300”, observa.

Mais vendido
No topo do ranking dos automóveis mais vendidos em outubro no Ceará, está o Chevrolet Onix, com 558 unidades. E o bom desempenho de vendas tem a ver com a tecnologia OnStar, exclusiva no Brasil para modelos da marca, diz o gerente geral de vendas do Grupo Dafonte, Eduardo Emannuel Paiva.

Por meio do serviço, é possível se conectar à central de atendimento e solicitar informações enquanto dirige. E tudo com um simples toque de botão no retrovisor.


“Além da tecnologia embarcada, o Onix é um carro que segura preço e vende rápido. E ainda é seguro, mais barato e tem design super moderno”, assegura Eduardo.                      (O Povo)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.