Header Ads

Demutran registra menor índice de acidentes no Crajubar em 2017

Levantamentos dos departamentos municipais
de trânsito do Crajubar apontam diminuição no registro
de acidentes. FOTO: Serena Morais-Jornal do Cariri
Os departamentos municipais de trânsito que atuam nos municípios de Crato, Juazeiro do Norte e Barbalha registraram diminuição no número de acidentes de trânsito. No último ano, o Demutran barbalhense contabilizou cerca de 50 ocorrências. Em Crato, o último dado apresentado pelo órgão indica que ocorreram 185 acidentes até o mês de setembro. Já em Juazeiro do Norte, a maior cidade do Cariri, foram 619 até novembro. O número é 21,15% menor que o ano de 2016, que teve 785 ocorrências.

De acordo com Fábio Macedo, diretor geral do Demutran em Barbalha, o motivo da diminuição se deu pelo aumento nas escalas dos agentes que trabalham, inclusive, na zona rural, distritos e periferias do Município, inclusive aos domingos. “Ações com essas fizeram com que a população tivesse mais cuidado ao transitar e em colocar o seu veículo regularizado”, explicou.

Segundo o assessor do Demutran em Crato, entre outubro e dezembro, houve diminuição no número de acidentes. Ele cita o aumento da fiscalização, o maior rigor na lei com o encarecimento das multas, melhorias na sinalização horizontal e a conscientização do condutor como os principais contribuintes para o fato. “A consciência também foi resultado do aumento no valor das multas. Infelizmente, a cultura do brasileiro é de cumprir algo somente quando pesa no bolso”, mencionou o assessor Edílson Marques.

A assessoria do órgão de Juazeiro comunicou que “o levantamento tem o objetivo de analisar se os projetos e programas desenvolvidos durante o corrente ano, no campo da fiscalização, engenharia, sinalização e educação, são eficazes e conseguem alcançar seus objetivos, como a redução do número de acidentes”.

Os valores das penalidades, conforme informações do Departamento de Trânsito (Detran) do Ceará, atualmente variam entre R$ 88,38 e R$ 1.467,35, sendo a primeira de natureza leve e a última agravada por cinco (e). A penalidade média custa R$130,16; a Grave R$195,23; e, a Gravíssima, R$ 293,47.

(Jornal do Cariri)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.