Header Ads

Hora de Plantar inicia distribuição de sementes na região do Cariri

Hora de Plantar inicia distribuição de sementes
na região do Cariri. FOTO: Sfagro
O Programa Hora de Plantar abre o ano com uma boa notícia para os agricultores em todo Ceará. A exemplo dos anos anteriores, o programa já começou a distribuir sementes, mudas e manivas na região do Cariri, a primeira a ser beneficiada com as chuvas da pré-estação, e continuará atravessando as regiões Centro-Sul, Sertões dos Inhamuns/ Crateús ainda em janeiro. No início de fevereiro, as regiões da Serra da Ibiapaba, Sertão Central, Sertões de Canindé e Baixo Jaguaribe serão atendidas. Por fim, as regiões Metropolitana, Maciço de Baturité e Norte recebem as sementes e mudas do programa no final do mês momino.

Oficialmente, o Programa Hora de Plantar será lançado próximo dia 17 de janeiro, no município de Morada Nova, quando também acontecerá o evento de adesão ao Garantia Safra 2017/2018, ambos com a presença do governador Camilo Santan, do secretário do Desenvolvimento Agrário Dedé Teixiera e do presidente da Ematerce Antônio Amorim. 

Em 2018, mais de 150 mil agricultores familiares serão atendidos pelo programa em 180 municípios. No período, serão distribuídas 2.530 toneladas de sementes de milho híbrido e variedade, 300 toneladas de feijão caupi, 200 toneladas de sorgo forrageiro, 6,5 milhões de raquetes de palma, 400 mil mudas de cajueiro anão precoce, 170 mil mudas de essências florestais nativas, exóticas e frutíferas e 5 mil m3 de maniva de mandioca. “O projeto está em fase de preparação final em todo Estado”, explica o técnico do Hora de Plantar da Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA), Carlos Alberto Moreira.

O Programa, desenvolvido pela SDA com recursos do Fecop (Fundo Estasdual de Combate à Pobreza) e em parceria com a Ematerce, que realiza o cadastro dos produtores aptos a receberam o benefício e a distrição de sementes em parceria com as prefeituras, chega na 31ª edição em 2018.

A entrega já começou em alguns municípios do extremo Sul cearense. Em Milagres, a distribuição começou na segunda-feira (8/11) e deve se encerrar no próximo dia 19, atendendo cerca de 1.400 agricultores familiares. Ontem, foi a vez dos agricultores de Barro e Aurora serem contemplados e logo mais será iniciado o projeto em Campos Sales. “A terra ainda está seca e os agricultores devem esperar a umidade adequada do solo para o plantio”, orienta o gerente local do escritório da Ematerce em Milagres.

Controle

“As sementes disponibilizadas atendem uma série de critérios técnicos, desde as cultivares recomendadas, conforme mapeamento criterioso do Ministério da Agricultura, Pesca e Abastecimento (MAPA), e até um rigoroso controle dos lotes fornecidos aos agricultores, observando germinação, pureza, infestação, dentre outros quesitos”, acrescenta a coordenadora de Desenvolvimento da Agricultura Familiar (CODAF/SDA), Neyara Lage.

Atualmente, as sementes de milho, feijão, sorgo forrageiro e mamona estão sendo disponibilizadas nos 11 armazéns regionais da Secretaria de Desenvolvimento Agrário - SDA - aguardando deslocamento para os escritórios municipais do órgão ligado à secretaria. Somente em seguida é que o benefício será dispobilizado nos municípios aos agricultores familiares.

“O inverno pode ser tardio, mas a semente estando nas mãos dos agricultores, eles saberão o tempo certo de plantar”, afiança o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Iguatu, Evanilson Saraiva.

Produtos a serem distribuídos

Segurança alimentar
Feijão caupi - 300mil quilos
Milho variedade - 400mil quilos
Milho Híbrido - 2.130milhões de quilos
Mandioca - 5mil metros cúbicos

Oleaginosas
Mamona - 5mil quilos

Suporte Forrageiro
Sorgo forrageiro - 200mil quilos
Palma Forrageira - 6.500milhões raquetes

Essencias Florestais
Nativas, exóticas e fruitíferas - 170mil mudas

Agroindustriais
Cajueiro - 400mil mudas           (Assessoria de Comunicação)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.