Header Ads

Sede da Polícia Federal de Juazeiro está com estrutura comprometida

Estrutura da sede da Polícia Federal em Juazeiro está sendo sustentada por estacas. FOTO: Adriano Duarte
Uma equipe de engenheiros e peritos está avaliando os riscos na estrutura do prédio que a abriga a delegacia da Polícia Federal do Sul cearense, em Juazeiro do Norte. O equipamento está com problemas estruturais e teve que ser parcialmente desocupado para evitar riscos aos agentes da PF e servidores que atuam no local.

O lado direito do prédio apresenta rachaduras de grandes proporções e está escorado provisoriamente em linhas de madeira, para evitar o avanço das rachaduras e possível desabamento. Desde o ano 2000, o equipamento foi cedido pelo judiciário para a PF. De lá até aqui, o prédio já passou três grandes reformas, que não foram suficientes para solucionar os problemas estruturais.

Em conversa com o representante do Sindicato dos Policiais Federais do Ceará, no Sul do Estado, Cláudio Luz, ele informou que os trabalhadores temem pela própria segurança e por isso, além da perícia da própria PF e Defesa Civil de Juazeiro do Norte, o sindicato também deve contratar um profissional para avaliar a situação.

Paredes com graves rachaduras, na sede da Polícia Federal em Juazeiro do Norte. FOTO: Adriano Duarte
Cláudio diz que o prédio não oferece estruturas adequadas aos mais de 40 trabalhadores da equipe da PF e servidores, que têm seus trabalhos comprometidos, por conta do risco de desabamento. Ele revela ainda que a estrutura do edifício foi construída em área alagadiça, e que recebeu lixo como aterro antes da construção do prédio no local, por isso o problema é recorrente.


Em conversa com o representante de Relações Públicas da Policia Federal em Juazeiro do Norte, Carlos Arthur Rocha, ele disse que a administração da delegacia também está preocupada com a situação estrutural do equipamento. Ele também reforça que já foi designada uma equipe para averiguar a situação e revela que há intenção em deixar o espaço a partir do laudo pericial, que deve ser apresentado dentro de 30 dias.                     (Portal Badalo.com.br)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.