Header Ads

Mulher é diagnosticada com malária em Juazeiro do Norte

O mosquito Anopheles não é encontrado na região, por isso,
o risco de transmissão é quase inexistente.
Juazeiro do Norte. Uma mulher de 25 anos foi diagnosticada com malária neste Município, no Cariri cearense. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, ela contraiu a doença no Amazonas, onde morava, mas se mudou para a Terra do Padre Cícero, no último mês de janeiro. No entanto, o risco de transmissão é quase inexistente.

Há quatro anos, a mulher sofre com a doença, mas semana passada ela teve uma crise. A Secretaria Municipal de Saúde providenciou a medicação e o problema já foi controlado. Mesmo assim, ela continua sendo acompanhada. Por precaução, foi recomendado que a paciente faça o uso constante de repelente e permaneça em sua residência.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde informou que, esta semana, o Núcleo de Controle de Endemias realizará o bloqueio químico nas proximidades da casa em que ela reside como forma de prevenção “visto que o Ministério da Saúde diz que nessa situação não é necessário realizar o bloqueio por não estarmos em uma área endêmica e não termos o vetor que transmite a doença aqui na região”, diz.

A malária é causada por protozoários do gênero Plasmodium e transmitida pelo mosquito Anopheles, que não é encontrado na região do Cariri. Ela causa febre, calafrios e tremedeiras. A presença do parasita leva à destruição dos glóbulos vermelho e, consequentemente, anemia. Estima-se que a doença mata cerca de 660.000 pessoas por ano e ainda não existe uma vacina preventiva.          (Blog Diário Cariri)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.