Header Ads

Oswaldo Loureiro, ator e diretor, morre aos 85 anos

Oswaldo Loureiro em 'Uga Uga', de 2000.
FOTO: Nelson di Rago-TV Globo
O ator e diretor Oswaldo Loureiro morreu neste sábado, aos 85 anos. Ele sofria de Alzheimer. Em seus perfis no Facebook, a filha do ator, Claudia, e a sobrinha, Mônica, lamentaram a morte.

Ele estava internado no Hospital São Luiz, em São Paulo. O velório acontece na tarde deste sábado (4) no Jardim da Colina, em São Bernardo do Campo, das 13h às 17h, seguido da cremação.

Perfil
Nascido em 1932, no Rio de Janeiro, Oswaldo Loureiro atuou em mais de vinte novelas na Globo.

Entre elas, foi destaque em "Sangue e Areia" (1968) e "Véu de Noiva" (1969), de Janete Clair, "Roque Santeiro" (1985), de Dias Gomes, e "Que Rei sou Eu?" (1989), de Cassiano Gabus Mendes.

Como diretor, colaborou com o seriado "O Bem-Amado" (1980-1985), o humorístico "Os Trapalhões" (1982-1988), e o programa de variedades "Batalha dos Astros" (1983).

Oswaldo veio de uma família de artistas: a mãe era cantora lírica, o pai, jornalista e ator; as irmãs, bailarinas do Theatro Municipal.

Sua estreia profissional foi em 1955, aos 23 anos, quando integrava a companhia de teatro de Henriette Morineau, na peça Vestido de Noiva - famosa montagem de Nelson Rodrigues.

No cinema, atuou em mais de 30 filmes, como "O beijo no asfalto" (1981) e "O homem nu" (1968).

Sua última novela foi "A lua me disse", de 2005.

Sobrinha pediu orações
"Nesta madrugada, Deus achou que era hora de meu tio Oswaldo Loureiro Filho partir e viver ao Seu lado para toda a eternidade...", escreveu Mônica Loureiro em seu Instagram e Facebook.


"Sinto-me triste e agradecida ao mesmo tempo! Peço a todos orações para ele e que Deus acalente nossos corações em especial da minha tia Madalena Azevedo Loureiro, minha prima Claudia Loureiro de Brito e meus priminhos, seus netos! Descanse em paz, Tio Oswaldo".               (G1)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.