Header Ads

MP quer informações sobre possíveis sessões irregulares na Câmara do Crato


O Ministério Público na cidade do Crato pediu esclarecimentos sobre as sessões quando foi votada a nova data para a eleição da Mesa Diretora da Câmara de Vereadores do Município, marcada para a primeira sessão do mês de abril. Durante assembleia desta terça-feira, dia 26, o próprio presidente da Casa, Florisval Coriolano, admitiu a solicitação do órgão enquanto o tema estava em debate pelos parlamentares.

As informações de bastidores dão conta que o vereador Junior Mattos teria participado irregularmente das referidas sessões. Junior atuava como suplente do vereador Dr. Mauricinho que estava de licença médica, mas há informações de que as sessões dos dias da votação estariam foram do período estabelecido na licença médica.

Caso se confirme a irregularidade as sessões podem ser canceladas e, por consequência, a nova data para a eleição da Mesa Diretora seria nula. Em pronunciamento, o vereador Lunga pediu formalmente à documentação que trata sobre a licença em questão e afirmou que vai entrar com uma ação na justiça caso perceba irregularidades.

O presidente da Câmara, em entrevista ao site badalo, já havia negado a possibilidade de irregularidades na sessão. Segundo Florisval, o vereador havia apresentado novo atestado prorrogando a licença do vereador Dr. Mauricinho.                  (Site Badalo)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.