Header Ads

Sem propostas professores do Crato decretam estado de greve

Sem propostas professores do Crato decretam
estado de greve. FOTO: Adriano Duarte

Os professores da rede municipal de ensino do Crato decretaram estado de greve. A assembleia que deliberou sobre as propostas da gestão municipal ocorreu na manhã desta quarta-feira, dia 21, no Palácio do Comércio da cidade. A situação ocorre por falta de propostas de reajuste salarial que deveria ter ocorrido até a última sexta-feira.

Os profissionais da educação cobram que seja pago o reajuste salarial como foi determinado pelo Ministério da Educação (MEC) para esse ano, 6.81%. Contudo, até a presente data não houve qualquer manifestação da gestão municipal sobre a campanha salarial para 2018, tanto para os professores, como para os demais servidores do funcionalismo público.

A expectativa é que até o dia 12 de abril a gestão coloque um percentual para apreciação da categoria em assembleia que ocorre no dia 13 do mesmo mês. Conforme o sindicato dos servidores públicos do Crato, caso não haja proposta ou percentual dentro do aceitável, a categoria pode paralisar as atividades.

Dentre outros pontos, os servidores cratenses lutam pela data base da categoria, o dia limite para que seja estabelecido o percentual de reajuste, e plano de cargos e carreiras de cada categoria. As demais categorias deliberam sobre sua situação na tarde do mesmo dia e também podem entrar no processo de greve.         (Portal Badalo)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.