Header Ads

Vereadores de Juazeiro do Norte são chamados à atenção por militante da causa feminina


Os parlamentares de Juazeiro do Norte receberam uma verdadeira lição por conta da postura de parte da Câmara. A ativista do movimento feminista, Célia Rodrigues, não poupou o “carão” aos parlamentares que abandonaram o plenário enquanto ela se pronunciava na tribuna da Casa sobre violência contra a mulher no Cariri.

Uma semana após a casa legislativa homenagear oito mulheres, a ativista do movimento feminista foi à Câmara para apresentar um balanço sobre as ações que são desenvolvidas pelo movimento e chamar atenção dos governos das três esferas de poder para a implementação de ações e políticas que resultem na diminuição desse tipo de crime.

Entre os pedido está à construção da casa abrigo para as mulheres em situação de vulnerabilidade, delegacia 24 horas para atender as mulheres e suas famílias, quando estão sob ameaça. Além de políticas de enfrentamento ao crescente número de mortes de mulheres que em 2018 já supera o mesmo período de 2017.

Ao final de sua fala, Célia deu um ‘puxão de orelhas’ nos parlamentares que se retiraram durante sua explanação. “… a bancada à esquerda foi 90% ausentada durante minha fala. E isso é muito penoso, senhores legisladores, porque vocês são representantes do povo, do povo de mulheres, que votam e que colocam os senhores no poder…”

Célia Rodrigues destacou que esse tipo de postura provoca a repetição dos mesmos pedidos que nunca são resolvidos. “Daqui saem as leis para a população…. nós não estamos aqui brincando, senhores. Nós estamos falando muito sério. O Brasil vive uma grande contradição, por isso nem me assusta mais o fato que você traz uma reivindicação e não é ouvida por parte dos próprios representantes do povo e isso vai ser anexado a futura fala repetitiva.. só que enquanto nós estamos repetindo as mulheres estão morrendo” desabafou.

A ativista foi aplaudida ao final de sua fala e os pedidos foram encaminhados para os governos do estado e município.        (Portal Badalo)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.