Header Ads

Câmara de Barbalha reprova a doação do prédio do CSU para unidade do SESC


Câmara de Barbalha reprova a doação do prédio do CSU
para unidade do SESC. FOTO: George Wilson
Na Sessão da Câmara Municipal de Barbalha desta quinta-feira (12), ocorreu a votação do projeto de Lei 27/2018 enviado pelo prefeito Argemiro Sampaio. A proposta consiste na doação do prédio público Centro Social Urbano (CSU), avaliado em R$ 5 milhões, para a instituição privada Serviço Social do Comércio (SESC), que pretende instalar uma unidade no Município.

A Câmara reprovou o projeto. A decisão aconteceu com o desempate dos votos pelo Presidente da Câmara, Everton Siqueira. Assim sendo, 8 vereadores votaram contra, sendo eles: Everton Siqueira (Vevé), Dorivan Amaro, João Ilânio, Odair Matos, Moacir Barros, Hamilton Lira, André Feitosa e Daniel de Sá. E 7 defenderam a doação do prédio, são eles: Tarso Honorato, Carlito, Antônio Sampaio, Welton Vieira, Rildo Teles, Rosa de Ernandes e Marcos Alencar.

Os vereadores da oposição se dizem favoráveis a construção de uma unidade do SESC na cidade, no entanto, não concordam com a doação do prédio. Desde o ano passado, o projeto está em tramitação e, essa foi a segunda vez, que ele foi vetado na Câmara. A primeira, foi em dezembro de 2017, quando os vereadores solicitaram que o projeto fosse revisto pelo poder executivo e o sistema de comodato, ou seja, de empréstimo, fosse aderido.

Repercussão
Nas redes sociais, várias pessoas se manifestaram e as opiniões sobre o assunto foram diversas. Alguns concordam com a decisão da Câmara dos Vereadores, afirmando que “A oposição não é contra a vinda do SESC para Barbalha não, a oposição é contra a doação do CSU. Que o SESC seja mais um equipamento pra população barbalhense e que a prefeitura reforme o CSU e devolva a população.”

Já outras, demonstraram apoio ao projeto: “A favor da doação. O Sesc vem para o desenvolvimento social da nossa Barbalha.”       (Portal Badalo)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.