Header Ads

Leilão de 543 km de linhas de transmissão vai gerar 2.726 empregos no CE e RN


A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou que vai leiloar concessões para a construção, operação e manutençãode 543 quilômetros (km) de linhas de transmissão no Ceará e no Rio Grande do Norte, que vão gerar 2.726 empregos diretos nos dois estados. Ao todo, a agência vai leiloar aproximadamente 2,6 mil km de linhas de transmissão em 16 estados.

Em uma das linhas a serem leiloadas que está inserida em solos cearense e potiguar, o investimento previsto é de R$ 1,2 bilhão para 541 km de linha com potência de 3.300 megavolt-amperes (MVA) em um prazo de 60 meses, que gerará 2.434 empregos diretos. Além disso, também será leiloada outra linha no Ceará com 2 km de extensão e potência de 450 MV, com previsão de investimento de R$ 102 milhões e geração de 24 empregos diretos.

O edital do certame foi aprovado na quarta-feira (15) em reunião pública da diretoria da Aneel. Além das linhas de transmissão, o leilão contará com 12,2 mil MVA de capacidade de transformação em subestações. No certame são estimados cerca de R$ 6 bilhões em investimentos e geração de 13,6 mil empregos diretos.

Confira os lotes que incluem o Ceará as serem leiloados no dia 28 de junho, na sede da B3 em São Paulo:

Lote 3 (CE/RN)

LT 500 kV Pacatuba - Jaguaruana II - C1 - 155,03 km;
LT 500 kV Jaguaruana II - Açu III - C1 - 113,95 km;
LT 230 kV Jaguaruana II - Mossoró IV - CD - C1 e C2 - 2 x 54,54 km;
LT 230 kV Jaguaruana II - Russas II - C1 - 32 km;
LT 230 kV Caraúbas II – Açu III - CD - C1 e C2 - 2 x 65,13 km;
SE 500/230 kV Jaguaruana II - (6+1 res.) x 250 MVA;
SE 500/230 kV Jaguaruana II - Compensador Estático (-150 / + 300) MVA
SE 500/230/69 kV Pacatuba - 500/230 kV - (6+1R) x 200MVA e 230/69kV - 2 x 200 MVA;
SE 230/69 kV Caraúbas II - 2 x 100 MVA;
Secc da LT 500 kV Fortaleza II - Pecém II - C1 na SE Pacatuba - 2 x 0,5 km;

Lote 9 (CE)

SE 230/69 kV Maracanaú II - 3 x 150 MVA;
Secc. da LT 230 kV Fortaleza II - Cauípe C1 na SE Maracanaú, com 2 x 1 km.              (Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.