Header Ads

Crato e mais 25 municípios cearenses têm situação de emergência reconhecida devido à seca


No Diário Oficial da União publicado nesta segunda-feira (23), o Ministério da Integração Nacional reconheceu a situação de emergência de 26 municípios do Ceará.

São eles: Acopiara, Assaré, Bela Cruz, Cedro, Chaval, Crateús, Crato, Groaíras, Hidrolândia, Icapuí, Icó, Iguatu, Independência, Ipu, Itapajé, Jaguaruana, Lavras da Mangabeira, Madalena, Missão Velha, Nova Olida, Ocara, Parambu, Paramoti, Reriutaba, São Gonçalo Amarante e Umirim. 

O governador Camilo Santana tinha decretado em 13 de junho de 2018, no Diário Oficial do Estado, o estado de emergência dos 26 municípios em razão da escassez de água para atendimento às suas populações.

Ao todo, 66 municípios estão com a situação reconhecida pelo Governo Federal por meio da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil.

Confira mapa do Ceará com indicação dos municípios em situação de emergência por seca:


Entenda

No caso da seca, a decretação da situação de emergência é feita pelo governo municipal ou estadual com o objetivo de estabelecer uma situação jurídica especial para a execução das ações de assistência à população, como Operação Carro-Pipa, por exemplo, e de restabelecimento do abastecimento d'água, como obras e serviços como a instalação de sistemas simplificados de abastecimento e a montagem de adutoras de engate rápido. (Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.