Header Ads

Ferroviário é campeão da Série D, primeiro título nacional de um time da capital cearense


Time que conquistou o título inédito de campeão
brasileiro da Série D. FOTO: JL Rosa
Ferroviário é o novo campeão da Série D do Campeonato Brasileiro. Após vencer o Treze/PB na partida de ida por 3 a 0 na Arena Castelão, o Ferrão viajou até Campina Grande e foi derrotado por 1 a 0, na noite deste sábado (4), faturando a taça no placar agregado. O título encerra um tabu de 23 anos sem conquistas, sendo a última o bicampeonato estadual em 1995

A conquista do Brasileirão é inédita não só para o Ferroviário quanto para os demais times da capital cearense, afinal de contas, Fortaleza ou Ceará nunca faturaram tal título. No entanto, o Estado guarda um troféu: campeão da Série D de 2010. O dono é o Guarany de Sobral, que faturou a taça contra o América do Amazonas.

Só que o título simboliza muito mais para o Ferroviário, a taça vem para concretizar o ressurgimento do Ferrão em cenário nacional. Após ser rebaixado para a 2ª divisão do Campeonato Cearense em 2014, o Tubarão da Barra teve forças para se reerguer, retornou para a elite em 2017 e foi vice-campeão do Estadual, o que garantiu vaga na Copa do Brasil, Copa do Nordeste e Campeonato Brasileiro no ano seguinte. Na atual temporada, o Tubarão conseguiu o acesso à Série C juntamente com Treze/PB, Imperatriz/MA e São José/RS, além de faturar R$ 4,3 milhões de premiação, maior receita da história do clube.

Campanha
Vale ressaltar que o time coral encerrou a disputa da quarta divisão tendo disputado 16 jogos, sendo sete vitórias, seis empates e duas derrotas. O início da campanha foi conturbado, a equipe terminou a fase de grupos invicto e na liderança, onde encarou Cordino, Interporto/MA e 4 de Julho/PI. Para a sequência então, a diretoria demitiu Maurílio e trouxe Marcelo Vilar para o comando.

O novo treinador chegou já no mata-mata e tinha uma só missão: garantir o acesso à Série C. Para tal, precisa primeiro passar pelo mesmo Cordino/MA. O time empatou a primeria e faturou a vaga na Arena Castelão. Nas oitavas, superou o Altos do Piauí com um jogo fora de casa marcado por hat-trick de Edson Cariús, artilheiro da Série D e segundo maior goleador do Brasil.

Já nas quartas, a partida contra o acesso foi diante do Campinense. Por conta do placar agregado, o Ferrão precisou da disputas dos pênaltis para avançar. Detalhe: o Ferroviário converteu todas as cobranças na ocasião. Nas semifinais, o adversário foi o São José/RS. 3 a 1 no Castelão e uma derrota em Porto Alegre por 2 a 1 que garantiu a chance de disputar a finalíssima.

Por fim, o último degrau para a glória foi contra o tradicional Treze, equipe treinada pelo cearense Flávio Araújo. O primeiro palco da decisão foi a Arena Castelão e o Ferrão foi gigante para cima dos paraibanos. Edson Cariús, Janeudo e Simplício fizeram 3 a 0 e deixaram o time coral com a mão na taça. Na partida de volta, o Tubarão da Barra segurou a pressão diante do Galo, foi derrotado por 1 a 0 com penalidade de Marcelinho Paraíba e, por conta do placar agregado, se tornou o novo campeão brasileiro.          (Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.