Header Ads

Nas ruas de Juazeiro e Crato, projeto de psicóloga te convida a contar sua história de amor

Nas ruas de Juazeiro e Crato, projeto de psicóloga te convida
a contar sua história de amor. FOTO: Arquivo Pessoal
Em seu tempo livre, a psicóloga Carla Cavalcante gosta de escutar histórias de amor. Tanto que desde 2016 vem realizando carismáticas intervenções nas ruas e praças de Crato e Juazeiro do Norte onde posiciona uma cadeira a sua frente e um banner elevado anuncia: “Escuto Histórias de Amor”.

E assim, de graça e sem compromisso, estranhos que passam por ela se admiram ao ponto de sentar e desabar a contar suas próprias histórias de amor, conquistas, saudades, sofrimentos e paixões. Cada história chega a ter de 15 a 30 minutos de contação.

Do idoso à criança, Carla já ouviu histórias a ponto de perder a conta. Um episódio marcante, ela lembra, foi a narração do primeiro amor de um garoto de 11 anos. “Ele tinha uma maturidade emocional incrível”, conta. “É interessante sabermos que crianças também amam”.

Carla inspirou-se na intervenção artística de Ana Teixeira, que realiza esta atividade nas ruas da grande São Paulo. Adaptando ao seu próprio modo, Carla vem ouvindo e, às vezes, até mesmo conversando com quem senta ao seu lado.

“Sinto que as pessoas muitas vezes só querem ser ouvidas e se sentirem compreendidas por alguém”, avalia Carla, que deixa claro: só responde quando sente a necessidade de confirmar ou comentar algo.

Longe de ser uma consulta terapêutica, a experiência serve para o exercício do ouvir e do desabafo aos assuntos do coração. “Por mais incrível que pareças, as pessoas se demonstram abertas e com a necessidade de falar sobre o amor, sobre suas emoções”, Carla explica.

Carla e seu projeto participam da Mostra do Brincar, espaço de intervenções, interações e trocar de saberes e afetos, de 22 a 26 de agosto, na comunidade do Gesso, em Crato.  (Site Miséria)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.