Header Ads

Quando a perseverança proporciona “novos começos”


Parecia ser um dia comum na rotina de Marcos Antônio, de 34 anos. Ele saia de casa na sua moto para buscar clientes no trabalho como assessor de crédito em Juazeiro do Norte. O objetivo era bater metas no serviço para também alcançar suas metas de vida, como a de casar, por exemplo. Mas, assim como o giro da roda gigante que ora se está em cima e ora se está embaixo, sua vida girou 180 graus. Num cruzamento de trânsito, um ônibus avançou a preferencial. Ele girou. Caiu. Moto e assessor ficaram no chão.

Marcos ficou em estado grave acometido por traumatismo cranioencefálico. Resultado: uma semana em coma e mais um mês de internação hospitalar. Depois desse tempo, Marcos ainda não conseguia ficar de pé, e o jovem precisou voltar pra casa de cadeira de rodas. Os médicos disseram que Marcos só voltaria a andar depois de pelo menos um ano de fisioterapia intensiva. 

Porém, a perseverança trouxe a Marcos literalmente à caminhada. Na fisioterapia, ele foi além das expectativas e voltou a andar com apenas dois meses. A conquista o inspirou a avançar em outros campos da vida: pediu a namorada em casamento e conseguiu novo emprego como agente administrativo em uma grande empresa.

Vivenciando a capacidade inerente de propor-se um “novo começo”, Marcos buscou mais equilíbrio na resignificação de sua vida após o momento que poderia não ter superado. Foi quando ele resolveu ousar e iniciou na prática de atividades físicas. Você pode até considerar a simplicidade, mas, para Marcos, o desafio foi bem mais do que a aparência. Ele teve que provar o impossível diante das sequelas deixadas pelo acidente, como o olho esquerdo com visão dupla e a perna direita puxando ao andar.  “Eu me esforcei pra conseguir voltar à minha vida normal e depois de 9 meses afastado da rotina normal, iniciei no Sesc”, disse.

A esposa dele, Bárbara Batista, que acompanhou toda a história, desde quando ainda eram namorados, enxerga no companheiro o “novo começo” de vida, a partir do importante avanço. “Os professores da academia de musculação do Sesc sempre auxiliam ele bastante, com incentivos pra correr e treinar, por isso ele não troca a academia do Sesc. Ele se sente bem acolhido lá”, ressalta.

Agora, com a nova rotina “normal”, Marcos faz musculação de segunda à sexta e às vezes até aos sábados, além do treino funcional duas vezes na semana. “Costumo passar de 1h30 a 2h no Sesc, todos os dias e, mesmo distante da minha casa, não deixo de ir porque lá sou tratado como parte da família e ainda é um lugar de amizades”, complementa.

O incentivo do Sesc foi convertido em qualidade de vida para o agente administrativo, que mantém-se firme nas atividades físicas. “Hoje, eu já me sinto preparado para correr os 10 km do Circuito Sesc de Corridas e Caminhadas. Gosto de pedalar também. A vida está super ativa”, exorta.

E seguindo o movimento natural da roda que não para de girar, Marcos vai realizar mais um sonho, o de ser pai do primeiro filho, porque os “novos começos”, sempre são possíveis de existir. “Marcos Josué vai nascer no final do ano e quero estar bem pra educá-lo pra vida”, finaliza com alegria.

Passaporte à experiência Sesc

Assim como Marcos Antônio, qualquer pessoa, com ou sem limitação motora, pode vivenciar o Sesc em atividades que vão do Lazer à Educação, passando por Saúde, Assistência e Cultura. Para usufruir de tudo que a instituição criada e mantida por empresários do comércio de bens, serviços e turismo pode oferecer, basta fazer o Cartão Sesc.

Com ele, é possível ter acesso a restaurantes com refeição de qualidade, descontos em espetáculos musicais, excursões e passeios para diversos destinos nacionais, mais de 15 atividades esportivas e desportivas, escolas de ensino regular - educação infantil, fundamental, pré-vestibular, idiomas e EJA (Educação de Jovens e Adultos), descontos em hospedagem no Sesc Iparana Hotel Ecológico, 12 bibliotecas no Ceará e descontos em cursos, seminários e oficinas.

O Cartão Sesc possui quatro categorias: Trabalhador do Comércio de Bens, Serviços e Turismo; Empresário Contribuinte, Conveniado e Público em Geral. Os benefícios podem ser estendidos ainda aos dependentes: cônjuges, pais, filhos, enteados, com a novidade de avós e netos. Através da categoria Trabalhador do Comércio, o jovem aprendiz, estagiário e aposentados do Comércio e seus dependentes também podem adquirir o cartão.

Saiba como adquirir o cartão no link: http://www.sesc-ce.com.br/servicos/faca-seu-cartao-sesc/como-fazer-o-cartao-sesc/

Onde fazer o Cartão Sesc?
O cartão pode ser solicitado no Setor de Relacionamento com Clientes de qualquer unidade do Sesc e do Senac.

Unidades unificadas Sesc e Senac

Juazeiro do Norte
Rua da Matriz, 227– Centro
Rua São Luis, S/N  – São Miguel
Rua Vivcente Patu, 782 – Franciscano

Crato
Rua André Cartaxo,433– São Miguel
Praça da Sé 596– Centro

Iguatu
Rua 13 de Maio,1130 – Centro
Rua 13 de Maio,1134 – Centro

Sobral
Boulevard João Barbosa, 902 – Centro
Rua Dr. João do Monte, 980 – Centro

Fortaleza
Av. Tristão Gonçalves,1245 – Centro
Rua Clarindo de Queiroz,1740 – Centro
Rua 24 de Maio, 692– Centro
Rua Tibúrcio Cavalcante, 1750 – Aldeota

Serviço:
Unidade Juazeiro do Sesc – Cartão Sesc
Telefone: 0800.275.5250 / (88) 3512.3355

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.