Header Ads

Secretaria de Saúde de Juazeiro do Norte elabora plano de enfrentamento ao sarampo


A Secretaria de Saúde de Juazeiro do Norte realizou a elaboração de um plano de enfrentamento ao sarampo, doença que recentemente voltou a registrar casos no Brasil.

A secretária de saúde do Município, Francimones Albuquerque, reuniu-se nesta segunda-feira (06) com os coordenadores da Vigilância Epidemiológica, Imunização, Atenção Primária, Vigilância à Saúde e Mobilização Social para estabelecer as estratégias do plano, que busca agregar o apoio de outras Secretarias, como a de Turismo e Romaria, de Educação e de Desenvolvimento Social e Trabalho.

Em Juazeiro do Norte não houve registro de casos recentes de sarampo, mas devido a fatores como alta densidade populacional e grande fluxo de pessoas que vêm de outras localidades, o Município foi classificado como sendo de alto risco de contaminação da doença. O plano de enfrentamento tem o objetivo de prevenir que isto aconteça, contemplando todas as variáveis que inserem Juazeiro nesse risco.

Estratégias

A imunização é a principal ação preventiva. Para isso, será feito o levantamento das crianças que estão com a segunda dose da vacina tríplice viral em atraso. Os locais descobertos de equipe de Estratégia Saúde da Família irão receber ações para que todas as crianças de 01 a menores de 05 anos sejam vacinadas. Mais uma estratégia será levar a vacinação para escolas e creches, como também abrir sala de vacinação aos sábados, a fim de atingir mais crianças.

Também será feito o levantamento da situação vacinal dos profissionais da saúde e de profissionais que trabalham em contato frequente com os turistas, como em hotéis e no aeroporto, por exemplo. Após o levantamento será feita a imunização dos adultos de até 49 anos, conforme a necessidade.

Outro ponto a ser trabalhado será a sensibilização e capacitação sobre manejo clínico para os profissionais de toda a rede de saúde, tanto pública quanto privada, nos níveis da atenção primária, secundária e terciária. O objetivo é uniformizar as informações e preparar os profissionais para que estes saibam como proceder se chegar a acontecer algum caso de sarampo no Município, e desta forma realizar o diagnóstico e tratamento o mais rápido possível, evitando maiores complicações.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.