Header Ads

Volume de vendas do varejo cresce 3% em junho no Ceará

O Ceará encerrou os seis primeiros meses de 2018
com variação positiva de 3,5% no volume de vendas
do varejo. FOTO: Heloisa Araújo

O volume de vendas do varejo cearense cresceu 3% em junho na comparação com o mesmo mês do ano passado, na série sem ajuste sazonal. O resultado foi o dobro da média nacional, que avançou 1,5%.

As informações são da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) divulgada esta sexta-feira (10) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Já na comparação a curto prazo, entre junho e maio deste ano, a alta foi menos significativa. Neste período, o varejo evoluiu 0,3%, resultado novamente melhor que a taxa do País, que retraiu 0,3%.

O Ceará encerrou os seis primeiros meses de 2018 com variação positiva de 3,5% no volume de vendas do varejo. Já no período entre junho do ano passado e este junho, o avanço foi de 2,2%.

Cenário Nacional
No cenário nacional, o crescimento de 0,3% em junho ante maio veio acima da mediana das previsões do mercado financeiro, que indicava uma alta de 0,05%. O resultado está dentro do intervalo das estimativas dos analistas, que esperavam desde uma queda de 0,80% a avanço de 2,50%.

Já a alta de 1,5% na comparação com junho de 2017, sem ajuste sazonal, o resultado veio abaixo da mediana e logo acima do piso das estimativas. As projeções iam de uma alta de 1,00% a 6,50%, com mediana positiva de 2,30%.

As vendas do varejo restrito acumularam crescimento de 2,9% no ano. No acumulado em 12 meses, houve avanço de 3,6%.

Quanto ao varejo ampliado, que inclui as atividades de material de construção e de veículos, as vendas subiram 2,5% em junho ante maio, na série com ajuste sazonal. O resultado veio dentro do intervalo das estimativas dos analistas ouvidos pelo Projeções Broadcast, que esperavam um avanço entre 0,10% a 3,90% com mediana positiva de 2,20%.

Na comparação com junho de 2017, sem ajuste, as vendas do varejo ampliado tiveram alta de 3,7% em junho de 2018. Nesse confronto, as projeções variavam de um crescimento de 1,60% a 5,80%, com mediana positiva de 3,40%.

As vendas do comércio varejista ampliado acumularam alta de 5,8% no ano. Em 12 meses, o resultado foi de avanço de 6,7%.

Média móvel trimestral
O índice de média móvel trimestral das vendas do comércio varejista restrito teve ligeira queda de 0,1% em junho.
No varejo ampliado, que inclui as atividades de veículos e material de construção, o índice de média móvel trimestral das vendas recuou 0,4% em junho.   (Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.