Header Ads

Atleta supera doença e vai representar o Ceará, no Panamericano de Kickboxing

Vitória Magalhães irá representar o Ceará no
Panamericano. FOTO: Arquivo pessoal
O Ceará terá uma representante no Panamericano de Kickboxing que vai acontecer no México, entre os dias 24 e 28 de outubro deste ano. Trata-se da atleta Vitória Magalhães. Natural de Fortaleza, Vitória está morando há 9 meses em Juazeiro do Norte. Ela se mudou para a região do Cariri, devido a transferência do trabalho do pai.

O curioso, é que Vitória se tornou uma atleta, após passar por fortes problemas de saúde. Ela teve transtorno de ansiedade e depressão. “Tudo começou depois que eu fiz as provas do Enem e não obtive as notas que tanto desejei. Logo em seguida descobri o transtorno de ansiedade e fiquei bastante depressiva. Sofri muito. Foi aí que eu comecei a me dedicar ainda mais ao kickboxing. O que antes era apenas um esporte se tornou uma terapia para mim”, disse Vitória.

Os bons resultados fizeram Vitória conquistar duas modalidades da Copa Brasil de Kickboxing. Isso a credenciou para disputar o Panamericano. Ela também ficou conhecida como Vitória Machida. Uma referência ao lutador de MMA, Lyoto Machida, de quem ela é fã. Inclusive, o encontro entre ídolo e fã, ocorreu recentemente, quando Vitória esteve em São Paulo. “Foi um sonho. Poder conhece-lo foi muito bom. Aprendi bastante”, destacou.

Para participar do Panamericano, no México, Vitória precisa de, aproximadamente, cinco mil reais. Ao saber das dificuldades da atleta, Marconcélio Martins, professor de muay thai, resolveu ceder a academia Profit, para que ela possa treinar até o dia da viagem. Ele também foi elo para que a empresa Comida Fitness Cariri pudesse fornecer toda a dieta da atleta, até o Panamericano, além do atendimento regular da nutricionista Alandya Bezerra. “Estou muito feliz com o apoio que ando recebendo do Marconcélio. Agora posso treinar tranquila, estou com nutricionista e alimentação adequada. Isso vai me ajudar bastante”, frizou.

A família e amigos da atleta estão realizando rifas para poderem conseguir o dinheiro para as despesas no México. Eles também estão tentando conseguir patrocinadores. Quem quiser apoiar Vitória, na competição, pode ligar para o telefone (85) 9 8517-8483.

Com dedicação, apoio familiar e garra, Vitória deu um nocaute no transtorno de ansiedade e na depressão, para ganhar medalhas. Trocou a escuridão do quarto pelo o agito do tatame. Agora, ela se destaca entre os melhores e levará o Ceará até o México. Que venham novas conquistas.     (Portal Badalo)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.